paisagem

I SAMUEL 2:1-18

“O Senhor é aquele que dá a vida e aquele que toma a vida”. (Jó 1:21)
O Senhor é aquele que pega a pessoa lá do monturo e o faz assentar-se entre príncipes.

Duas coisas me encantam aqui:

A primeira coisa queridos é que nós não podemos conformar com aquele tipo de oração que decreta as coisas para Deus: “Eu determino, eu decreto, eu ordeno, eu proíbo”, como se Deus estivesse no estrado dos nossos pés e nós assentados num trono e Deus tivesse que obedecer as nossas ordens. Não, isto não é verdade de Deus!

A verdade de Deus, é que Ele é quem faz todas as coisas do seu jeito, e do seu estilo. Deus é o que dá vida, e o que tira a vida, Deus é o que dá vitória. Deus é que é o Senhor da história e o dono da história, é o que conduz a história, Ele é o oleiro e eu sou o barro. Ele que tem direito de pegar a minha vida e molda-la para seus propósitos, para atingir os seus objetivos que são bons, que são sábios, que são cheios de amor, mas as vezes não conseguimos entender com clareza este texto, por exemplo: quando você ora por um doente, e você deve orar mesmo, e Deus o cura, você se alegra e você tem que se alegrar mesmo e você diz: “Louvado seja o Senhor”. E quando você ora por um doente e Deus não o levanta, você fica como? Mas Deus é quem dá a vida e quem tira a vida. Paulo entendeu isto, dizendo: “Se vivemos, com o Senhor vivemos, se morremos com o Senhor morremos. Quer vivamos, quer morramos, somos do Senhor”. (Romanos 14:8)

Ana tinha um sonho, o sonho de ter um filho. O que Deus está dizendo para ela é o seguinte: Eu posso atender o seu desejo, eu posso realizar o seu sonho, mas eu também posso realizar o meu sonho na sua vida.

A segunda coisa que quero destacar aqui neste texto, é o seguinte: quando Deus faz, ninguém pode impedi-lo. Porque Ele é quem dá a vida, e quando Ele dá a vida, não tem ninguém que vá fazer o contrário. Quando Deus quer pegar alguém, lá da sarjeta, lá do monturo, e o levantar e colocar na cadeira do príncipe, não tem ninguém que possa impedi-Lo. Deus é soberano, para Deus não há impossíveis, para Deus não tem causa perdida, para Deus não tem sonho morto, para Deus todas as coisas são possíveis.

Eu queria agora pensar com você o outro lado desta mensagem. Primeiro estou perguntando por que Deus adia a realização dos sonhos? Segundo aspecto é o que eu faço enquanto Deus está adiando a realização dos meus sonhos?
E a primeira coisa que você tem de fazer é matar alguns assassinos de sonhos que estão perto de você. Você tem que lutar contra eles! Vejamos agora os 4 assassinos dos sonhos de Ana.

Primeiro: PENINA. (v. 6)
Ela não era uma mulher espiritual, pois azucrinava a vida de Ana. Tentava desanima-la falando para ela desistir de orar, de chorar, de ir à igreja. Dizia: Eu não oro, não vou à igreja, estou com 6 filhos, e você está aí, gastando sua vida com Deus, pare com isso! Largue disso!
Tem gente como Penina do seu lado, tentando desanimá-lo, falando para você se conformar com a sua derrota, com a sua infelicidade, com o seu fracasso, com o seu sonho não realizado.

Segundo: O SACERDOTE ELI. (v.12 e 13)
Ana todo ano ia orar e buscar a Deus, e Eli nunca falara nada a ela, nem se importava com o problema dela, mas quando abriu a boca pela primeira vez, para falar com Ana foi injusto, pisou em Ana, fazendo um juízo equivocado acerca dela, chamando-a de bêbada, de descontrolada emocionalmente. Ana não devolve o troco, Ana não reage na mesma altura, não deixa que uma palavra equivocada, errada, atravessada, entre em seu coração levando veneno da amargura.
As vezes você sofre injustiça, as vezes você é pisado, as vezes você é mal interpretado, as vezes até mesmo dentro da Igreja você não é compreendido, vai à igreja e volta da igreja chorando, triste e não tem ninguém para olhar para você, não tem ninguém para perguntar qual é o teu nome, não tem ninguém que se interesse pela sua vida, pelo seu problema. Mas nós temos de enfrentar as decepções aqui dentro da igreja, às vezes os nossos assassinos de sonhos estão dentro dela, podem ser até seus líderes.

Terceiro: O MARIDO DE ANA (ELCANA). (v. 8)
Ele era um maridão, mas dizia a ela: Você é doente, você sabe! Nós temos ainda um diagnóstico dos médicos de Ramá. Você sabe que esterilidade não tem cura, então minha filha por que você fica triste? Para quê ficar chorando? Para que você fica deprimida? Pare de chorar Ana! Olha, você tem aqui um maridão do seu lado, “pense em mim, chore por mim, liga pra mim, não, não liga pra eles”.
Tem muita gente que poderá estar levando você ao conformismo! As vezes até seu amigo, gente que é solidária a você, conselheiro teu, mas são gente como Elcana, que não crêem que Deus faça milagres, gente que acha que os problemas não têm solução, são assassinos de sonhos, dentro de sua casa.

Quarto: O DESÂNIMO.
Dentro da casa tem uma mulher que azucrina a vida dela, vai para a igreja tentar aliviar o coração e o pastor a chama de bêbada, sai da igreja volta para casa, encontra o marido, que a chama de doente, fala para ela se conformar, pois nunca iria ser curada. Para todo lado que Ana fosse, tinha alguém para dar a ela uma palavra negativa, para dizer que não tem jeito, que não tem saída, que não tem remédio, que não tem solução, que não tem respostas, que não tem alternativa, que o melhor era se conformar com o problema, mas Ana em momento algum se dobrou ao desânimo.

Ana então buscou a Deus e creu que Deus podia fazer um milagre, pois sabia que a responsabilidade era dela de pedir e de insistir com Deus, ela cria num milagre, e sabia que Deus podia realizá-lo ou não, mas mesmo assim não desistiu.

O Pastor Norman Vincent, escreveu seu primeiro livro chamado: “O Poder do Pensamento Positivo”, e foi a várias editoras procurando alguém para editá-lo e não conseguiu ninguém. Desanimado, o pastor joga as suas anotações num caixote e diz: “Aí irá ficar os meus sonhos!” Sua mulher dona Rute, mais crente, mais otimista que ele, como via de regra as mulheres são, disse: “Eu acredito nos seus sonhos e vou lutar por ele!” Então a mulher pegou os rascunhos do caixote, e voltou novamente a bater de porta em porta e conseguiu uma editora e na primeira edição deste livro, foram vendidos 10 milhões de exemplares. Por isso eu digo: Não desista do seu sonho!

Na saga da política americana, um homem que me marca muito, Frank Roosvelt. Este homem tinha um sonho, ele queria ser presidente dos Estados Unidos, mas aos 36 anos de idade ele ficou doente, paraplégico, numa cadeira de rodas e alguém disse a ele: “Desista do seu sonho!” Ele respondeu: “Jamais, eu não posso desistir!”

Não apenas este homem foi curado, mas foi o único presidente dos Estados Unidos eleito e reeleito consecutivamente 4 vezes. Não desista de seus sonhos, não abra mão dos seus sonhos!

Ana acreditou e tomou posse das bênçãos de Deus, de Suas promessas. Pois quando Eli falou uma bobagem para ela, ela não levou a sério, mas de repente aquele homem que acabara de falar uma bobagem abre a boca e diz: “Vai em paz para a sua casa, e o Deus de Israel lhe conceda a petição que fizera.” (v. 17)

Esta palavra é boa, é de Deus e Ana a acolhe e esta palavra cura sua alma.
Então Ana: (v. 18)
1. Voltou a comer – acabou com a depressão.

2. O seu semblante mudou – foi curada emocionalmente.
3. Voltou para casa e se deitou com seu marido – foi curada conjugalmente.

O texto, diz: “Lembrando-se dela o Senhor, ela concebeu e deu a luz a um filho”.
Em Siló, aconteceu a cura emocional de Ana, aqui em Ramá, aconteceu a cura física de Ana.

Primeiro Ana tomou posse da vitória, pela fé, depois se concretizou historicamente o milagre na vida dela. Primeiro ela foi curada existencialmente e emocionalmente, depois ela foi curada fisicamente. Primeiro Deus curou o seu coração, depois o seu ventre. Primeiro ela crê, depois ela vê. Jesus disse: “Se creres verás a glória de Deus”.

Você não pode ter seus sonhos realizados sem primeiro se alimentar das promessas de Deus. O mundo ao seu redor tem sempre palavras de desânimo, mas a Palavra de Deus tem promessas de vida para você.

O QUE FAZER QUANDO NOSSOS SONHOS SÃO ADIADOS?

Volte à trincheira da luta! Ana então, a partir da palavra do profeta, deixou os quartos escuros, parou de chorar, parou de murmurar, parou de reclamar, parou de ficar deprimida e voltou à trincheira da luta.

Eu desafio você a lutar de cabeça erguida, a vencer, a não entregar os pontos, a não jogar a toalha, a não desanimar, a não aceitar passivamente a derrota.
Um estadista americano disse: “Viver é como andar de bicicleta, só cai, quem para de pedalar!”

Se você deixar de sonhar, você começará a morrer! Você tem que ter expectativas de vida, ideais de vida, sonhos de vida, projetos do seu coração e você tem que continuar pedalando, para você ir rompendo as dificuldades.

A viúva de Sarepta (I Reis 17:8 a 16), tinha mil razões para ficar deprimida, chorando, pois não tinha comida, havia fome em Israel, mas mesmo assim esta mulher saiu e foi buscar gravetos para esquentar o fogo para fazer o último bolo, por que ainda acreditava que Deus podia fazer um milagre na sua vida e fez.

Se você tem um pouquinho de azeite, um pouquinho de farinha, passe a acreditar num milagre. Há potencial para um milagre e se você não tiver nada, Deus pode fazer jorrar azeite aonde não tem nada.

Quando você for ler um jornal de preferência o de sua cidade, comece pelas páginas do obituário, leia tudo, pense: “Quantas pessoas mortas, tantas pessoas desta lista dariam tudo para estar no meu lugar, mas estão mortas!” Se você está vivo, um milagre pode estar a caminho!

Não desista de seus sonhos! Você é fruto do sonho de Deus!

Mas lembre-se: muito mais importante que realizar um sonho pessoal é realizar um sonho do coração de Deus! Por isso não abra mão dos seus sonhos e que ele seja sonhos do coração de Deus!

Rev. Hernandes Dias Lopes - Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória/ES
(Resumo de sua mensagem no Encontro de Solteiros em Vitória – 1999).

About these ads