You are currently browsing the tag archive for the ‘palavra de Deus’ tag.

rio2016

Com a escolha da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016 na última sexta-feira, dia 02/10; o provedor que hospeda o nosso blog (e muitos outros em todo o mundo) não suportou o grande número de acessos e atualizações. Sendo assim, não pude publicar esta mensagem na data que planejei. Porém segue a tempo. O Brasil ainda está em festa e o Rio de Janeiro não pára de comemorar.

A Copa do Mundo de Futebol em 2014 e os Jogos Olímpicos Rio 2016, não são apenas grandes eventos esportivos. São também uma excelente oportunidade de evangelização. Uma grande oportunidade de levar a palavra e o amor de Deus a pessoas de diferentes classes, estilos, credos, nacionalidades, etc. Tivemos essa experiência nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007 e foi uma benção.

Assim como os atletas estão se preparando, nós também precisamos nos preparar também para esses eventos. Estou falando aqui da preparação no sentido de capacitação de novos líderes, elaboração de evangelismo estratégico, criação de peças teatrais, louvores, danças e etc que possam levar a palavra de Deus de forma criativa, atrativa e direta. Nesse quesito eu aplaudo as iniciativas da JOCUM (e muitos outros) que possuem em senso de criatividade e inovação fora do comum.

Pregar a palavra de forma estratégica, não é (somente) usar megafone, entregar folhetos e algo mais. Pregar a palavra de forma estratégica é elaborar um folheto criativo, ações evangelísticas ousadas e diferentes. Poderia aqui enumerar diversas ações que vi, ouvi e colaborei, mas o espaço não me permite.

Essa mensagem é uma palavra de despertamento para mim e para você. Como cidadão apaixonado por esporte, quero muito assistir a uma partida de futebol ou alguma outra modalidade nas Olimpíadas, mas quero também levar a palavra de Deus a outras pessoas. Se Deus não te chamou ainda para evangelizar no Japão, no Egito, na Alemanha, na Bolívia, etc, pode ser que Ele queira te usar para evangelizar algum estrangeiro aqui mesmo em nosso país.

Na última, sexta-feira, enquanto milhares de pessoas se “alegravam” nas areias da Praia de Copacabana (RJ), enquanto todo o mundo através das emissoras de TV, focava seus olhos nas imagens da cidade maravilhosa, muitos irmãos em Cristo, já estavam lá pregando o verdadeiro amor e a salvação que só existe através de Cristo Jesus.

PARABÉNS AO RIO. PARABÉNS AO BRASIL. PARABÉNS A TODOS QUE SONHARAM E TORCERAM POR ESSAS CONQUISTAS.

Deus abençoe a todos.

Raphael Farias

Ajoelhado_3

“Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas
estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33)

Dr. Harry Ironside conta sobre a visita de Andrew Frazer, que foi para a Califórnia para tratar de uma séria enfermidade. Embora bastante fraco, ele abriu sua Bíblia já bem usada e começou a expor as verdades profundas de Deus de uma maneira que Ironside jamais tinha ouvido antes. Ironside sentiu tanto regozijo nas palavras de Frazer que lhe perguntou: “Onde você aprendeu estas coisas? Poderia me dizer onde encontro um livro que me ensine tudo isso? Você aprendeu tudo isso em um seminário ou universidade?” A resposta do homem enfermo jamais foi esquecida por Ironside. “Meu querido jovem, eu aprendi estas coisas em meus joelhos, em um chão de barro de uma pequena cabana no norte da Irlanda. Lá, com a Bíblia aberta diante de mim, eu ficava ajoelhado por horas todos os dias e pedia ao Espírito de Deus que revelasse Cristo para minha alma e enchesse meu coração com Sua Palavra. Ele me ensinou mais em meus joelhos naquele chão de barro do que poderia aprender em todas as universidades e seminários do mundo.”

Temos nós buscado o conhecimento das coisas espirituais diretamente do Senhor? Temos procurado gastar nosso tempo em oração e leitura da Palavra? Temos compreendido que o tempo passado diante de Deus edifica tremendamente a nossa vida e nos enche de gozo e felicidade?
 
Muitas vezes nos dizemos cristãos mas o que menos somos é discípulos de Cristo. Gastamos nosso tempo em tudo que o mundo oferece de suposto prazer, só lembrando do nosso Salvador quando nada de importante temos a fazer ou nos minutos que sobram de nossos interesses pessoais.

Primeiro queremos cuidar de buscar a tão sonhada felicidade e, depois, se der tempo, pensaremos no Senhor. Nos enganamos se pensamos assim! Logo descobriremos o quanto tudo é ilusório! Ao buscarmos a Deus em primeiro lugar, estaremos cuidando de nosso futuro e acharemos a tão sonhada felicidade.

Você tem colocado o Senhor em primeiro lugar? Ou Ele está lá no final da lista?

Pr. Paulo Roberto Barbosa

Mocidade para Cristo

“Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha;

E caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, por que fora edificada sobre a rocha.

E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a casa sobre a areia;

E caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína.” Mateus 7:24-27

Dias difíceis estão acontecendo, temos pessoas que não praticam a palavra porque não a ouvem.

Por que chegamos até onde chegamos? A história, os acontecimentos mundiais influenciaram no momento que estamos vivendo, pois a geração anterior foi oprimida por um movimento onde nada era permitido (jogar bola, vôlei, etc.) e esta geração se rebelou seguindo um movimento Gospel que atendia uma demanda latente.

Este movimento gerou uma ditadura do louvor comercial, onde o culto gira em torno de louvor e tirou a palavra do centro.  Antes não podia muita coisa, mas do culto saía conteúdo, hoje não se sabe nada sobre a bíblia.

Conseqüências por se tirar à bíblia do centro:

- As igrejas viraram tremendos campos missionários, pois as pessoas que lá estão não tem seus nomes escritos no livro da vida;

- Pregadores pregando o texto fora de contexto para servir de pretexto;

- Geração de jovens nascidos em lares evangélicos, mas que não vivem a palavra, pois estão acostumados com a rotina de escola dominical, cultos, etc. Esta é uma geração que está perdida, mas perto da palavra. Estão perdidamente perto.

“Temos que trazer a bíblia de volta para o centro, senão seremos casa edificada sobre a areia.”

- Igreja flutuante, pessoas que correm atrás de bênçãos. Teologia de quinta categoria que tira Deus do centro e coloca o homem no centro. “Deus me abençoa por causa da minha fidelidade para com Ele.” “O culto foi bom porque eu me senti bem.”

- Falta de vocações missionárias. Onde estão os missionários que largavam tudo para pregar o evangelho?  Estamos preocupados com o bem estar. Hoje as pessoas escolhem a igreja com um checklist, verificam o que a igreja tem para oferecer;  ar-refrigerado, berçário, boa equipe de louvor. A igreja está cheia de clientes.

Jovens, levem a sério à palavra, dediquem-se.

O que você vai fazer com a sua formação? Você pretende fazer engenharia, odontologia, e outras, para que? Ganhar dinheiro? Isso é muito pouco. Sirva ao Senhor com a sua formação.

O sistema capEtalista (do inferno) estimula os jovens a largarem os valores corretos e seguirem os valores do mundo. Onde você está, o que você é, é para a Glória de Deus.

Rev. Marcelo Gualberto – Congregação Presbiteriana Central de Belo Horizonte (MG) e diretor nacional da Mocidade para Cristo (MPC) 

* Mensagem ministrada na Semana da Juventude 2009 da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro, cujo tema principal é “Desculpe o transtorno, estamos em obras”

Obras

Filipenses 1.6 – “Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até o Dia de Cristo Jesus.” 

I) ESTAMOS EM OBRA: NO SENTIDO PROATIVO.

Vejo-o no sentido proativo: Estou fazendo uma grande obra e não posso descer: Porque pararia a obra que Deus me confiou. Paráfrase a Neemias.

Com ele podemos aprender… “COMO LIDAR COM A OPOSIÇÃO!”

1º CONTINUE FAZENDO A OBRA QUE DEUS LHE CONFIOU

Não Desça;

Não Pare;

Seja Você mesmo;

Acredite  no chamado de Deus e valorize-o;

Obedecer é melhor do que “sacrificar”;

Identifique a sua vontade, os seus projetos, sonhos, idéias e ideais com a Palavra de Deus e agrade a Ele, a Ele somente;

O caminho mais curto para desagradar a Deus, é querer agradar a todo mundo;

AGRADA-TE DO SENHOR, E ELE SATISFARÁ OS DESEJOS DO TEU CORAÇÃO: ( Sl. 37.4);

2º  MOSTRE MAIS RESULTADOS. CONTINUE CONSTRUINDO…

Não dê atenção aos expectadores; Se eles aplaudem, não pense que as palmas são para você: É DEUS QUEM OPERA EM VÓS, TANTO O QUERER, COMO O REALIZAR, SEGUNDO A SUA VONTADE.

SOLI DEO GLORIA! Os aplausos não são para você!

Se eles criticam, não ligue. Deus está agindo em você e por você. Antes de atingi-lo, atingirão primeiro ao Espírito Santo: Ele está em você, Ele age em você, Ou você não é Dele. Diz a Bíblia: “SE ALGUÉM NÃO TEM O ESPÍRITO DE CRISTO, ESTE TAL NÃO É DELE.” (Rm 8.9)

Não sofra por quem Jesus já sofreu,

Lembre-se: “Eu sei que foi pago um alto preço…”

Jesus já sofreu por ele, por mim e por você. NÃO ANULE O SACRIFÍCIO DE CRISTO.

E o que é mais sério: “NÃO PENSE EM SOFRER OU MORRER, POR QUEM JESUS CRISTO JÁ MORREU: UMA VEZ POR TODAS E PARA SEMPRE.”

E mais, lembre-se: “CADA UM DE NÓS DARÁ CONTAS DE SI MESMO A DEUS.” (Rm 14.12)

A quem? A DEUS! ESTAMOS CONVERSADOS E ENTENDIDOS?

O nosso tema é “TROCANDO IDÉIAS” Uma introdução ao tema. Algumas dicas que nos fazem pensar, tome nota:

“…o conceito de um edifício ou de um projeto urbanístico só amadurece quando a obra se realiza e se faz habitada.”

“… o conceito é uma compreensão daquilo que efetivamente vivemos…” (Carlos Brandão)

VIMOS ATÉ AQUI:

1º)   CONTINUE FAZENDO A OBRA DE DEUS

2º)   MOSTRE MAIS RESULTADOS! CONTINUE CONSTRUINDO

3º)   VOE MAIS ALTO! Cuidado, para não ser pretensioso (a)

A soberba precede a queda; O arrogante não ficará impune; Diz a Bíblia, “O coração do soberbo, a sua alma, não é reta nele; Diz ainda, “Deus resiste aos soberbos, mas aos humildes DÁ A SUA GRAÇA”

O piloto de um monomotor, atravessando o atlântico da África para o continente americano e um estranho roedor a bordo! “Voe mais alto, os ratos não resistem às grandes altitudes.”

 II) ESTAMOS EM OBRA, NA VOZ PASSIVA OU SEJA, “DEUS AINDA ESTÁ TRABALHANDO EM MIM E EM VOCÊ

Nesta Semana da Juventude, vamos crescer um ponto mais

A) Deus trabalhará o nosso coração

Tem muita gente com o emocional ruim.

Sentimentos destrutivos, negativista e BAIXA AUTO-ESTIMA

Sentimentos de raiva, ódio, mágoa, ressentimento contra alguém

Gente machucada,

Ferida,

Sangrando por dentro, e rindo por fora

ESTE É UM TEMPO DE CURA PARA O SEU CORAÇÃO

B) Deus quer  RECONSTRUIR RELACIONAMENTOS QUEBRADOS

Deus tem poder para fazer algo novo em sua vida;

Deixa Deus, ser Deus em sua vida! Pare de querer controlar os outros, As circunstâncias, Os resultados, Não será como você quer, mas sim como Deus quer; Não do seu jeito, mas no de Deus; Entrega e confia Nele, o mais Ele fará.

C) Deus quer mexer com a sua razão;

Com a sua mente; Com o seu intelecto; Cabeça boa, mente limpa, coração puro e uma boa consciência para com Deus.

D) Deus quer mexer com os seus bens, com seus valores e com suas prioridades…

 Você pode estar valorizando muito a sua aparência;  Deus quer reconstruir e trabalhar a sua essência; O corpo é importante, mas não é tudo e nem é um fim em si mesmo.

III) VOCÊ E EU SOMOS SINFONIAS INACANADAS, OBRAS DE ARTE PRECISANDO DE RESTAURAÇÃO, E NINGUÉM MELHOR DO QUE AQUELE

QUE CRIOU, QUE FEZ, QUE REFORMOU PARA CONSERTAR.

LEMBRE-SE: Aquele que começou a boa obra em vós, há de completá-la ATÉ O DIA DE CRISTO JESUS!

IV) POR FIM, NESTA SIMPLES TROCA DE IDÉIAS, PERMITA-ME PERGUNTAR:

QUAL É A BASE DO SEU PROJETO DE VIDA?

Sim, a pergunta remete-nos para a conclusão do Sermão do Monte:

Ouvir, todos ouviram ou escutaram,

A diferença em termos de, Projeto de vida, Estilo de vida

É o que você fará com os ensinamentos de Cristo ?

O que significa para você “IMITAR A CRISTO”.

Identificar-se com Ele;

Deixar-se parecer com Ele;

Ser como Ele é.

VOCÊ QUER SER RELIGIOSO OU SIMPLESMENTE CRISTÃO ?

Cristianismo é uma mera teoria a ser aprendida ou um estilo de vida a ser adotado ?

Se o seu Projeto de vida é o de Cristo, você está construindo sobre o Rocha

Se é apenas “religião” e do seu modo, o seu projeto de vida está sobre areia movediça… Quanto mais você mexe, mais afunda… E se ficar parado, afunda também.

Nesta noite eu quero lançar uma corda, um apelo,

Agarra-se em Cristo, Ceda aos movimentos do seu coração; As chuvas já estão caindo; Os ventos já estão soprando; Os rios correndo, ESTÃO DANDO COM ÍMPETO CONTRA “A SUA CASA”, CONTRA O SEU PROJETO DE VIDA.

PORTANTO… EU QUERO ORAR COM VOCÊ!

Rev. Guilhermino Cunha – Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

* Mensagem ministrada na Semana da Juventude 2009 da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro, cujo tema principal é “Desculpe o transtorno, estamos em obras”

luz-mao

O título é uma alusão ao que o Senhor Jesus certa vez disse aos discípulos. Eles não compreendiam os fatos. Eram-lhes obscuros. O Mestre cuidou de aquietar-lhes a alma e assegurar-lhes que, adiante, tudo ficaria claro.

Quantas vezes não é assim em nossa vida pessoal? Não conseguimos discernir o que acontece ao nosso redor ou conosco mesmo, e perdemo-nos em conjecturas extemporâneas, absurdas, sem saber aonde chegaremos ou quais serão os resultados.

Vemos as incompreensões, acompanhamos as injustiças, submetemo-nos aos julgamentos alheios precipitados e sem nenhum fundamento nos fatos, para, então, perguntarmos: “por que, Senhor?”

Por outro lado, há ocasiões em que Deus nos conduz pelo vale estreito sem que vislumbremos o que há depois da próxima curva. Parece que vamos cair no precipício. Ficamos inconformados com muitas coisas permitidas por Deus. Queremos respostas, mas não as temos. Foi o que Jó experimentou em sua vida pessoal. O que ouvia de Deus era o silêncio.

Mas assim como o patriarca atravessou o vale e então compreendeu a sua história, não será diferente conosco. Descansemos no Senhor. Esqueçamos as incompreensões. Não nos tornemos amargos com as injustiças. Amanhã saberemos por que temos passado por tudo isso.

O que faço agora, diz o Senhor, você entenderá depois.

Pr. Geremias Couto (Escritor, jornalista, conferencista, autor do livro “A Transparência da Vida Cristã”, um estudo teológico-devocional sobre o Sermão do Monte, comentarista da revista “Lições Bíblicas” para a Escola Dominical, publicada pela CPAD, pastor evangélico, presidente da Omega Mission Ministry, Inc, membro da Casa de Letras Emílio Conde, editor pela CPAD da Bíblia de Estudo Pentecostal, verbete do Dicionário do Movimento Pentecostal e Coordenador Nacional do projeto Minha Esperança, realizado no Brasil pela Associação Evangelística Billy Graham em parceria com as igrejas evangélicas, e Representante Nacional da mesma organização no Brasil).

Namorado-duvida

Muitas pessoas carregam no coração uma grande dúvida com relação à vida sentimental. Ou seja, como saber se esta ou aquela pessoa é a que Deus separou para mim? Como saber se este namoro é de Deus? Venho fornecer algumas dicas a este respeito. São dicas baseadas em experiências e orientações contidas na Palavra de Deus.

1ª dica – Os Frutos – Como disse Jesus, uma boa árvore se conhece pelos frutos “Portanto, pelos seus frutos o conhecereis” (Mateus 7:20). Assim, veja se o rapaz ou a moça é um servo de Deus, analise o seu comportamento, a sua vida com o Senhor. Cuidado, pois existem muitos lobos vestidos de ovelhas.  Certa vez eu namorei um rapaz e chegamos a ficar noivos. No começo ele me acompanhava no trabalho da igreja. Depois que ficamos noivos, disse que precisávamos dar um tempo da igreja e começou a querer me impedir de exercer meu ministério. Ou seja, começou a apresentar maus frutos. Eu então decidi terminar o namoro embora gostasse muito dele. Melhor fazer a vontade de Deus do que fazer a vontade dos homens, não é mesmo? Assim, ao namorar alguém precisamos verificar com atenção os seus frutos.  É preciso tomar cuidado quanto a isto, pois muitas vezes, por estarmos envolvidos sentimentalmente, não prestamos a atenção neste aspecto. Criamos uma certa ilusão e nos esquecemos de analisar os frutos da pessoa. Por este motivo, analise friamente os frutos da pessoa que está se envolvendo. Veja a sua vida na igreja e especialmente em casa, se é um bom filho ou boa filha, analise também o seu comportamento profissional, etc.  É muito fácil ser cristão na igreja, os verdadeiros frutos são revelados no dia a dia, nos bastidores.

2ª Dica – A paz – A Palavra de Deus diz que a “paz” deve ser o árbitro em nossos corações “Seja paz de Cristo o árbitro em vosso coração” (Col. 3:15). O árbitro é aquele que resolve uma questão, que direciona. Ou seja, a paz deve ser o indicativo se o relacionamento é ou não da vontade de Deus. Assim, se o namoro é algo que rouba paz, que leva a pessoa a ficar  distante de Deus, que traz inquietação, perturbação, cuidado pois há algo de errado. Lutas e obstáculos sempre existirão, enfim, lutas externas e até desentendimentos esporádicos causados por diferenças de opiniões. Todavia, se o relacionamento rouba a sua paz interior, especialmente a sua comunhão com Deus é um grande indício que de o Senhor não está nesse relacionamento.

3ª dica – É paixão ou amor? - Um outro aspecto relevante é questão da diferença entre amor e paixão. Às vezes nos envolvemos numa paixão e nos machucamos achando que é amor. Paixão é algo avassalador, que nos leva a perder a razão, a lógica e até o temor de Deus. O amor, ao contrário, já é um sentimento maduro, consciente, nasce aos poucos, se desenvolve com o tempo e vai se fortalecendo diante das dificuldades. A paixão á algo passageiro, não resiste à distância, esfria, não espera. O amor, ao contrário, permanece “o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta” (I Cor. 13:07). O amor sabe esperar o momento certo para o sexo (o casamento). A paixão não, pois é pura emoção. Para exemplificar esta questão, cito, como exemplo, o sentimento de Amnon por Tamar (II Samuel 13) e o sentimento de Jacó por Raquel (Gênesis 29).  Amnon se apaixonou por Tamar, sua irmã.  Após ter tido relações sexuais com ela, a deixou friamente.  Quantos jovens abandonam moças grávidas após satisfazer os seus desejos sexuais?! Jacó, por sua vez, amou a Raquel e o seu amor o fez esperar 7 anos até finalmente tê-la em seus braços. Além disso, trabalhou mais 7 anos para poder estar ao lado de sua amada definitivamente.

4ª dica – Enriquecimento – A Palavra de Deus afirma que a benção do Senhor enriquece e não acrescenta dores (Prov. 10:22).  O namoro que é da vontade de Deus traz um enriquecimento mútuo. Ou seja, traz um enriquecimento na área espiritual, profissional, familiar, etc. Deus que ama e cuida de nós certamente colocará alguém em nosso caminho que nos abençoe, que tenha algo de bom a acrescentar em nossa vida, que nos ajude a dar continuidade aos nossos sonhos.  Lamento muito quando vejo jovens se envolvendo sentimentalmente com pessoas que nada têm a acrescentar em suas vidas. Ao contrário, são pessoas que surgem para roubar a paz, o futuro e para trazer dor e destruição. O namoro, em caso como estes, se torna um verdadeiro sofrimento.

5ª dica – Convicção – Jesus certa vez disse que a palavra do cristão tem de ser sim, sim ou não, não e que tudo o que passar disso é de procedência do maligno (Mateus 5:37). Neste caso, o namoro aprovado por Deus é algo certo, definido e não indeciso.  Quando o relacionamento é envolto por inseguranças e incertezas, algo está errado e precisa ser revisto, pois a dúvida não procede de Deus.  Por isso, ao relacionar-se sentimentalmente com alguém é preciso pedir ao Senhor a confirmação sobre o namoro.  Se não houver certeza, ore bastante e busque a direção de Deus e se preciso for, abra mão do relacionamento antes que alguém se machuque.  Jamais se relacione com alguém sem que haja essa confirmação, essa convicção sobre os seus sentimentos. Entenda que um casamento é para toda vida. Afinal de contas, você está namorando pensando no futuro, fazendo planos para formar uma família. Se a sua visão é apenas ficar, passar o tempo, reavalie profundamente os seus conceitos, pois este não é o plano de Deus para o namoro.  

Aos solteiros, aconselho a que não se atemorizem com o tempo, pois vale a pena esperar em Deus. E como descrito em Eclesiastes 3, existe um tempo determinado para todo propósito debaixo do céu. Assim, o melhor a fazer é buscar a Deus, crescer espiritualmente e profissionalmente. Enfim, adquirir maturidade em todos os aspectos para que quando chegar o tempo de construir uma família, você possa ter uma estabilidade espiritual, emocional e material.

Prª. Ioná Loureiro. Formada em Letras, autora de diversas reflexões bíblicas em sites evangélicos. Pertence a Igreja Apostólica Renascer em Cristo (Penha) – RJ

kaka-site

(Leia o artigo anterior “A grande virada”). 

(1 Sm 17:1-51

Ele não estava relacionado, nem para o banco de reservas, pois ainda não tinha idade para ser soldado oficial. Ele ainda era amador, do time da base, mas era uma promessa, alguém que, mais cedo ou mais tarde, seria o matador do time. Mas ele tinha uma coisa que nenhum dos soldados oficiais, nem o próprio rei Saul tinham, ele tinha “um coração segundo o coração de Deus”, na linguagem do futebol, lá estava um jogador diferenciado, algo com que o timinho de Golias não contava. 

Fico imaginando a arquibancada do inferno lotada, e toda capetaiada uniformizada dando gritos de vitória, balançando freneticamente suas bandeiras e gritando o nome, não do Golias, mas do diabo que estava por trás dele, quando Golias, o grandalhão abobalhado que estava ganhando de goleada volta a desafiar o Deus de Davi. Só que ele não sabia que uma revelação do time estava sendo treinado pelo próprio SENHOR DOS EXÉRCITOS e que estava prestes a entrar em campo e dizer – basta, é hora de virar o jogoÉ hora de por as coisas nos seus devidos lugares! Ôoo glória!  

Quando olho para as nossas igrejas tímidas, formalistas, acanhadas, acomodadas, negando o grande poder do Espírito Santo, negando até as artimanhas do diabo, não podendo louvar a Deus com liberdade de espírito, não pregando o evangelho que salva, que liberta e que transforma vidas, vejo o Golias crescendo pra cima de nós e ganhando de goleada pra vergonha nossa e tristeza do nosso Deus. 

Onde estão os Davis? Onde estão os verdadeiros gigantes da fé que ousam enfrentar qualquer diabo que apareça para afrontar o nome do nosso Deus? Mas espera lá, Davi só se apresentou para enfrentar o Golias, por que: 

1. Ele ficou indignado com a ousadia do Golias – Ele não aceitou a afronta diante do seu Deus, ele não podia engolir isso. Doía no peito ver o seu Deus ser envergonhado. 

2. Ele pediu pra entrar – Nessa altura do campeonato, ninguém queria entrar, e os que estavam dentro queriam mais era sair. Mas ele se apresentou pro jogo. 

3. Ele estava bem preparado – Notem que ele estava bem treinado, sua comunhão com o Pai era diária, ele se levantava antes do sol para buscar o Pai, para meditar na Sua palavra, para orar e clamar pelo Sua presença e socorro, ele louvava ao seu Deus o tempo todo. Ele já tinha matado um leão, um urso, e sabe mais o que, sua pré temporada tinha sido excelente! Sim, ele estava pronto pra fazer história.  

4. Ele era humilde – Ele não sabia usar as armas dos soldados, e não tinha vergonha de dizer isso, ele sabia usar a sua arma de um pastor de ovelhas, e pronto! Por isso, uma pedra bastou para liquidar o jogo – Deus usou sua habilidade! 

5. Ele tinha uma fé verdadeira – Todo crente que conheço diz que tem fé, mas a fé verdadeira faz com que nos apropriemos das promessas, faz com que paremos de olhar para o tamanho do inimigo, e comecemos a olhar para a grandeza do nosso Deus, e saber que DELE vem a vitória! 

6. Ele tinha ousadia e coragem, pois estava firmado na palavra – O Golias se aproximou dele fortemente armado, e aos berros o humilhou, mas ele olhou firme nos olhos vesgos daquele nó cego, e disse com firmeza – “Você vem contra mim com espada e com lança, mas eu vou contra ti em o nome do SENHOR DOS EXÉRCITOS, a Quem tens afrontado.”  

Em minha opinião, ele liquidou o Golias com essas palavras, pois gigantes como esse, não são derrotados por força humana, mas pelo poder da Palavra de Deus. Acho que Golias tremeu diante do verdadeiro gigante da história, e o que aconteceu depois? Ele não ficou acordado pra ver a grande virada!

Pense:

É mais fácil deixar como está, mas para um servo diferenciado que ama a Deus como você, as coisas não podem ficar como estão, estou certo? Vire o jogo meu irmão! Não deixe a seu Deus ser envergonhado e afrontado. Sujeite-se a Deus, e o diabo vai correr, ele vai fugir!

Tuta Moraes

cruzamento

Salmos 119.25-30

 

119.25 A minha alma está pegada ao pó; vivifica-me segundo a tua palavra.

119.26 Eu te contei os meus caminhos, e tu me ouviste; ensina-me os teus estatutos.

119.27 Faze-me entender o caminho dos teus preceitos; assim falarei das tuas maravilhas.

119.28 A minha alma consome-se de tristeza; fortalece-me segundo a tua palavra.

119.29 Desvia de mim o caminho da falsidade, e concede-me piedosamente a tua lei.

119.30 Escolhi o caminho da verdade; propus-me seguir os teus juízos.

 

Nos precisamos acertar!!!

 

Não é fácil escolher, tomar decisões. Precisamos aprender a tomar decisões. Precisamos analisar melhor as decisões que vivemos tomando por ai.

O dia-a-dia nos cobra muito. São cobranças e decisões que precisam ser tomadas na vida profissional, pessoal, sentimental, familiar, espiritual… Decisões em todas as áreas da vida e que vão nos acompanhar até o fim das nossas vidas.

Não adianta fugir das decisões, um dia você terá que tomar.

 

João 8.7-9

 

8.7 E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.

8.8 E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.

8.9 Quando ouviram isto, redargüidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio.

 

As pessoas nesse texto estavam à beira de tomar uma decisão errada, precipitada.

Até os mais velhos, mais expedientes quando não estão em base com a palavra de Deus, erram.

A palavra de Deus nos corrige, alinha, nos direciona, nos dá respostas sábias para todas as áreas das nossas vidas.

 

João 15.16

 

“Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda”.

 

Deus te escolheu. Você é uma pessoa querida, especial para Ele.

“Deus nos mostra o caminho. Deus nos mostrar que não é por ai. Puxa o freio de mão, segura a onda, pare com essa empolgação, espera um pouquinho mais para não tomar decisões erradas, precipitadas para sua vida”.

Ninguém gosta de esperar, essa é a grande verdade. Mas precisamos esperar em Deus, pois Ele tem o melhor. Quando não esperamos em Deus, não confiamos Nele.

 

Nossos planos e projetos devem estar de acordo com os princípios da palavra de Deus.

Fale de Jesus ao seu próximo. Faça planos, projetos. Estabeleça alvos.

 

Existem mulheres que esperaram a vida toda pelo príncipe encantado. Deus até colocou ele no caminho, porém muitas resolveram ouvir a voz do coração e casaram com o cavalo ao invés do príncipe. Fizeram a escolha errada e hoje sofrem as conseqüências.  Por ter forçado a barra, tomou decisão errada.

 

Deus te escolheu, porque Ele te ama e tem o melhor para a sua vida.

 

Decisões erradas x Decisões certas

Você é responsável pelas decisões que você tem que fazer. Deus nos capacitou, nos deu capacidade, habilidade para isso e nos deu livre arbítrio. Ele nos dá a direção, mas a escolha, responsabilidade e conseqüências, são toda nossa.

 

Nos temos que viver pela palavra. Ela é o nosso manual para tomar decisões certas.

 

* Davi

Ele tinha uma aliança com Deus, mas quebrou a aliança

Ele tinha um caminho para trilhar, mas resolveu pegar um atalho.

Ele passou a brincar com as coisas  e começou a tomar decisões como uma criança, passou a ter atitude de menino. Ficou encantado com o momento.

 

* Sansão

Brincou com as suas decisões.

Abriu o coração para a pessoa errada.

- Onde esta o seu coração?

As suas decisões vão ter desdobramento lá na frente.

 - “Pastor, eu fiz uma besteira”

Motivo: Você não avaliou, se precipitou, não ouvi os conselhos, não consultou a Deus, resolveu seguir pelo caminho errado.

Só lá na frente é que você vai ver/sentir as conseqüências de uma decisão precipitada.

 

* Daniel 1.8

“E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia.”

 

Daniel 1.17 (mas… Deus é um Deus de ideias)

“Quanto a estes quatro jovens, Deus lhes deu o conhecimento e a inteligência em todas as letras, e sabedoria”.

 

Daniel não se envolveu, não se deixou levar pela falsa aparência, pela propaganda enganosa. Não caiu no papo furado do inimigo.

A verdade liberta a sua consciência, te liberta das cobranças. 

 

* Jonas 1.2 (disposição para coisas erradas)

“Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença”.

 

Jonas tinha disposição, porém só tinha disposição para as coisas erradas. Deus o mandou para um lugar e ele foi para outro.

Às vezes investimos em coisas e/ou pessoas que vão trazer tempestades.

Nunca tome decisões no calor de uma conversa.

 

Precisamos alinhar nossas decisões com a vontade de Deus.

 

Como acertar nas decisões?

1º Buscar a resposta através da Palavra de Deus

2º Viver de acordo com a vontade de Deus

3º Obedecer a Deus. 

 

Não aposte em coisas que não são para serem apostadas

Não invista em coisas que não são para serem investidas.

 

VOCÊ É RESPONSÁVEL PELAS SUAS DECISÕES!

 

Pr. Itamar Chinasso  – Igreja Batista Central de Itaúna (MG)

* Palavra ministrada no retiro de carnaval 2009 da Igreja Missionária Evangélica Maranata.

deserto-2

Em que nos interessa a vida de Abraão?

 

Abraão é conhecido como pai da fé. Em Gl 3:6-9 lemos que ele creu em Deus, e isso lhe foi dado como justiça. Abrão viveu antes da lei, e é um protótipo da salvação pela fé que temos em Jesus.

Apesar disso podemos, ao examinar fatos de sua vida, perceber no próprio exemplo de Abraão o que pode atrapalhar a fé.

 

Lendo Gn 12 a 14 podemos conhecer os detalhes de suas experiências. Em Gn 12 está o chamado de Deus para ele. Deus mandou-o sair de sua terra e tomar posse de uma nova terra, e lhe fez uma promessa extraordinária: Ele seria pai de muitas nações.

 

Seu nome era Abrão (pai exaltado) e vai ser mudado para Abraão (pai de muitas nações).

Depois de já estar na terra, diz o texto (Gn 12:10) que houve fome ali, e ele desceu para viver no Egito. Ali, apesar de ter mentido sobre sua mulher, sai com acréscimo de bens, presente de faraó.

Em Gn 13:1-10 vemos que, após voltar, divide a terra com seu sobrinho Ló. Apesar de Ló ter escolhido a melhor região, Deus abençoou os rebanhos de Abrão e ele continuou a crescer. No capítulo 14, para salvar seu sobrinho, Abrão envolve-se numa luta contra os reis das circunvizinhanças, e sai vitorioso. Após essa vitória (Gn 14:17-10) ele tem um encontro com Melquisedeque, sacerdote, que o abençoa.

 

Todos esses fatos nos impressionam e diríamos: quem não gostaria de ser como Abraão, um homem vitorioso e cheio de fé?

No que a vida de Abraão nos interessa? Desejamos ser como ele e ter a fé que ele teve, mas julgamos isso impossível?

 

Mas Abrão era como nós!

 

Em Gn 15:1-7 (A aliança de Deus com Abraão) Deus começa se dirigindo a Abrão com as seguintes palavras: “Não tenha medo, Abrão!”

 

Por quê Abrão teria medo?

 

Onde há medo não há fé. O medo desqualifica a fé.

Deus fizera diversas coisas por Abrão: ele o defendera, multiplicara seus rebanhos, mostrara a ele a terra que prometera. Mas… a promessa de Deus ainda não se cumprira, Abrão ainda não tinha descendência… E tinha medo.

 

De onde viria esse medo?

 

Podemos observar que as mesmas experiências de vitória de Abrão foram as que demonstraram também suas fraquezas.

 

Quando houve fome, aparentemente Abrão não procurou socorro de Deus, mas foi para o Egito.

No Egito, escondeu que Sarai era sua esposa, para proteger sua vida, em vez de confiar que Deus o guardaria.

 

Abrão teve medo, pois lembrava de suas fraquezas, e talvez pensasse que não merecesse a promessa de Deus por causa delas. Quanto à sua descendência, talvez Deus não vá cumprir a promessa… “Só tenho um servo, Eliezer…” O Senhor ainda não me concedeu descendência, talvez por causa de meus fracassos.

 

Não temos nós também sentido esse mesmo tipo de medo que teve Abrão? Será que foi por causa de minhas fraquezas que Deus não fez? Será que minhas decisões erradas, pouca oração, infantilidade espiritual, enfim, minha humanidade não fez Deus mudar de idéia quanto a cumprir sua promessa?

 

As coisas do passado Deus já perdoou. Ele é fiel. Se tão somente nos arrependermos sinceramente e confiarmos em seu poder para mudar nossa vida, temos pleno perdão!

 

Nossa mente permanece ocupada pensando nas promessas que ainda não foram cumpridas. Deus demora a realizar. Talvez eu deva me contentar com menos do que isso… Talvez eu deva oferecer a Deus o meu Eliezer. Será que mereço o que Deus prometeu?

 

Abrão buscou respostas em sua própria sabedoria, mas a mão do homem não pode criar o que Deus quer fazer. Suas promessas são grandiosas e merecem apenas e tão somente a criatividade divina para realizá-las, talvez de maneira miraculosa, para que a glória seja dele e não nossa.

 

Abrão teme não merecer, e começa a diminuir sua expectativa sobre o que Deus prometeu.

 

No que nos parecemos com Abrão?

Buscamos respostas em nossa própria sabedoria para realizar as coisas que Deus quer fazer por nós. Ele demora, talvez tenha mudado de opinião em relação a mim. Mas a mão do homem não pode criar o que Deus quer fazer!

 

Achamos que perdemos a promessa (medo) por causa de nossas fraquezas e decidimos aceitar menos de Deus.

 

Não perguntamos a Deus, não queremos orar sobre as coisas. Achamos mais fácil pedir perdão depois do que pedir sua permissão antes.

 

Diminuimos nossa expectativa, pois a promessa de Deus parece ser demais, pensamos não merecer.

 

Mas nosso Deus não quer que aceitemos um plano menor que o dele, ainda que pensemos que não merecemos. Ele não mede por nossos merecimentos. Não devemos diminuir nossa expectativa sobre o que Deus fará. Não temos porque duvidar de seu amor e seu poder: Ele é fiel e certamente cumprirá sua promessa.

 

Reflita:

Você tem medo?

Algo que Deus prometeu parece demorar?

Você tem procurado alternativas para as promessas de Deus?

Você tem pensado que não vê a operação de Deus porque não merece?

 

Faça deste momento de reflexão um novo ponto de partida para sua vida com Deus e seu ministério. Aprenda a receber de Deus, esperar e continuar a confiando no que Ele prometeu.

 

Sueli Cajeron, baseada em palestra do Pr. Jack Hayford

 Ezequiel 2

 

Às vezes a vida nos leva por caminhos terríveis e há momentos que nós perdemos totalmente o controle. É quando temos que fazer força para sorrir. Como aqueles que olham para o céu e pergunta: Pai porque o Senhor deixou acontecer isso?

São momentos que pedimos força para continuar e temos que lidar com o cheiro de morte no ar. Ficamos na espera que venha alguém e dê uma fórmula super poderosa.

São períodos que você corre atrás de vários conselhos, mas parece que tudo o que dizem não te leva a uma nova condição.

Há momentos que você acredita estar nas mãos de pessoas que vão resolver o seu problema.

Tem hora que só nos resta dizer: agora, só um milagre!

Tem cristão que passa por tantas lutas e chega a este ponto.

O que temos que fazer quando nada parece dar certo?

Ezequiel 2

Numa época em que nada dava certo, Deus nomeou Ezequiel para ser profeta para seu povo.

Testemunhou os babilônicos invadindo a sua nação e devastando Judá. As coisas iam de mal a pior.

A angústia de Israel era alimentada pelas tristes injustiças de Jerusalém.

Salmos 137:6-9

Aquele canto estava atravessado na garganta, sem vontade nenhuma para louvar.

Ele levanta Ezequiel e dá uma nova canção, uma nova esperança. Há como minha situação mudar.

Isto se fundamenta em três pontos:

Ezequiel 2:1-8

Versículo 1 – Põe-te em pé, e falarei contigo.

É como se Deus estivesse dizendo: Ezequiel esteja pronto, esteja de pé. É como um atalaia, um guerreiro ou um soldado.

Firme os seus pés!

Versículo 7 – Mas tu lhes dirás as minhas palavras

Você será uma corneta minha.

Versículo 8 – Abre a boca e come o que eu te dou.

Siga a minha palavra, não se entregue, levanta e não murmure mais.

É o momento de Deus, Ele exige dependência Dele, para o nosso sustento.

A ressurreição que a Bíblia nos apresenta não é só a de Cristo, mas que nós ressuscitamos em Cristo.

Deus pode tomar pessoas mortas, obreiros mortos, amizades mortas, casamentos mortos e ressuscitar todos eles.

Ezequiel foi o profeta da glória de Deus. Sua mensagem se baseava na presença Dele para ressurreição. E onde havia pensamento de derrota e de morte, haveria vitória e vida.

Ezequiel 36:26-28

“E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. E habitareis na terra que eu dei a vossos pais e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.”

Nossa aliança já não será a mesma, vocês serão abençoados, mas passarão por um processo de humilhação e morte.

Ezequiel 37:1-2

“Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do SENHOR, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos. E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos.”

Os ossos estavam sequíssimos. É um monte de ossos secos. Duvido que a tua situação seja pior que essa.

Ezequiel 37:3

“E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: Senhor DEUS, tu o sabes.”

Imagine você no lugar deste profeta, e Deus te levando para as áreas de sua vida que estão como esses ossos secos.

Este vale de ossos secos pode ressuscitar? Ele te mostra todos os seus motivos de tristeza e todas as suas decepções.

Nesta pergunta do versículo 3, Deus mexe com Ezequiel, e ele começa a se lembrar das primeiras palavras que Deus deu a ele.

A lembrança de quem nós somos para Deus, gera energia espiritual.

Você é um agente de transformação, então comece a fazer a diferença. Se o Senhor quiser, este vale vai ressuscitar.

Ezequiel 37:4-6

“Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR. Assim diz o Senhor DEUS a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis. E porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o SENHOR.”

Para profetizar que há cura, você tem que crer que Deus cura.

Porque quando você crê, começa a liberar este poder de ressurreição.

Ezequiel 37:7-8

“Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito.”

Há uma interação completa entre o profeta e o Espírito de Deus.

A minha palavra tem poder, a minha palavra é profética.

Tudo começou através da palavra, quando Deus disse: “Haja luz e houve luz”.

Temos que falar coisas boas, abençoar e dar matéria-prima para Deus. Mas se eu continuar murmurando e amaldiçoar, vou alimentar coisas ruins na minha vida.

A glória da segunda casa será maior que a primeira.

Ezequiel 37:9

“E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor DEUS: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.”

Vai profetizando na sua vida, que você vai ouvir um ruído, vai ouvir um barulho. Ainda não havia vida até o versículo 9.

Haverá vida quando você se levantar como um profeta e começar a profetizar.

Ezequiel 37:10-14

“E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo. Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; nós mesmos estamos cortados. Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel. E sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir os vossos sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu. E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o SENHOR, disse isto, e o fiz, diz o SENHOR.”

Duas coisas fundamentais para que haja ressurreição:

1º. Reconheça os ossos

“Esses ossos são a casa de Israel”

Reconheça as áreas da sua vida que estão mortas. Reconheça o orgulho.

A casa de Israel hoje é a Igreja, quando a esperança acaba e a fé nada produz. Quando a fé vira um dever monótono.

Sem alegria, sem motivação, nós podemos estar mortos.

Se você tem saudades do passado, se prega verdades espirituais, mas sem piedade, você pode estar morto.

Você pode estar vazio, seco, morto, mas o Espírito Santo vai soprar vida. Há ciclos de morte e ressurreição na própria Igreja, na vida do cristão.

Se você admitir qual é o seu monte de ossos secos, a ressurreição virá.

2º. Admitir e repudiar

Você além de admiti-los, tem que repudiá-los.

Deus vai mostrar o quanto estou morto.

É necessário repudiar porque tem gente que se acomoda e acaba gostando da condição dos ossos secos.

Ezequiel 36:26-28

“E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. E habitareis na terra que eu dei a vossos pais e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.”

E isso vai acontecer com você, se admitir e repudiar.

Esse novo espírito é uma nova atitude, uma nova percepção para que você profetize. O Espírito de Deus vai te ensinar a profetizar. Ele te dá poder para que viva em liberdade.

Deus Abençoe,

Ap. Rina – Igreja Evangélica Bola de Neve

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.