Quando a vida de um ser humano passa por uma drástica mudança, e há um ponto que evidencia a real conversão, este só pode ser alcançado quando decidimos que nossas vidas podem agradar a Deus. Você decide a partir de quando sua vida pode agradar a Deus, e sabemos que isto não ocorre na vida de todas as pessoas que freqüentam a Igreja hoje.
Às vezes esperamos algum sinal de Deus para se achegar a Ele, e queremos saber o que Ele tem para te oferecer: casamento, salvação, benção, prosperidade… E queremos tudo, o “pacote fechado”, mas há um momento que as pessoas mudam os conceitos e começam a pensar o que podem oferecer a Deus e fazer por Ele e por sua obra. Você quer honrar a Deus e não importa mais o que os outros pensam a seu respeito, mas o que Deus pensa e acha de você, porque você não quer ser só alguém abençoado, mas alguém aprovado.
 
A VERDADEIRA BENÇÃO DE DEUS VEM QUANDO ELE TE APROVA.
“PESO da palavra do SENHOR contra Israel, por intermédio de Malaquias.
Eu vos tenho amado, diz o SENHOR. Mas vós dizeis: Em que nos tem amado? Não era Esaú irmão de Jacó? disse o SENHOR; todavia amei a Jacó,
E odiei a Esau; e fiz dos seus montes uma desolação, e dei a sua herança aos chacais do deserto.” Malaquias 1:1-3
 
Tempo de comodismo, frieza e inconseqüência, este livro confronta a mornidão, e Deus está apontando as irresponsabilidades de que os homens sofriam.
Sentença = hebraico massa, mensagem pesada.
O livro de Malaquias é só “cajado”. Coisas que vêm do céu para nossa vida, mas às vezes nos fere, machucam, cutucam.
Deus começa afirmando o seu amor, só que Deus questiona a ingratidão. Por que tão distantes? Por que tão ingratos?
O povo pergunta: Senhor, o Senhor tem nos amado?
Como? Irônicos.
Os nossos inimigos não são frutos de Esaú? E ele não era irmão de Jacó? Nosso Pai? E Deus mostra a raiz de tudo isso, e diz que amou a Jacó, mas desprezou a Esaú.
As escolhas são sementes, o que você plantou vai colher. Planta errado, decide errado, lá na frente o erro se multiplica, e a culpa é de Deus? 
 
Algo aqui não parece coerente com a essência de Deus, parece que não casa com o que Deus é, que amou um, mas odiou o outro. Por que Deus amaria um e desprezaria o outro?
 
GENESIS 25.27-34
“E cresceram os meninos, e Esaú foi homem perito na caça, homem do campo; mas Jacó era homem simples, habitando em tendas.
E amava Isaque a Esau, porque a caça era de seu gosto, mas Rebeca amava a Jacó.
E Jacó cozera um guisado; e veio Esaú do campo, e estava ele cansado;
E disse Esaú a Jacó: Deixa-me, peço-te, comer desse guisado vermelho, porque estou cansado. Por isso se chamou Edom.
Então disse Jacó: Vende-me hoje a tua primogenitura.
E disse Esaú: Eis que estou a ponto de morrer; para que me servirá a primogenitura?
Então disse Jacó: Jura-me hoje. E jurou-lhe e vendeu a sua primogenitura a Jacó.
E Jacó deu pão a Esaú e o guisado de lentilhas; e ele comeu, e bebeu, e levantou-se, e saiu. Assim desprezou Esau a sua primogenitura.”
 
Por que Deus rejeitaria a Esaú? Certo, Deus rejeitou Caim porque matou Abel, mas por que Esaú? Ele era trabalhador, bom filho, bom homem. Então você percebe que Deus amou Jacó, o nome Jacó significa “usurpador”, mas por quê Deus amou mais a Jacó que enganou mais pessoas? Porque Deus não julga o exterior, mas o coração.
O direito de primogenitura era algo muito sério, Esaú tinha o direito de escrever a história de Deus na Terra, ele trocou tudo isso por um desejo de satisfazer seu apetite, queria lentilhas. Não pensou no que tinha valor eterno. Isso diante dos céus foi uma afronta, e Deus se sentiu ofendido.
Nós podemos pensar como Esaú foi tão “burro”? Tão cego?
Será que alguém hoje crendo em Tua palavra pode acusar Esaú? Por que não é verdade que milhares de cristãos tem trocado tudo por uma gratidão carnal? Muitas vezes temos feito pior que Esaú. Trocamos nossos direitos conquistados por Jesus na cruz do Calvário por coisas que valem menos que um prato de lentilha. Mas Jacó nunca deixou de buscar com Deus a benção e a aprovação do Senhor, porque este homem valorizava as coisas certas. Deus até mudou seu nome.  De Jacó, o usurpador; ele virou Israel, o príncipe com Deus.
Quantos de nós estamos trocando nossos direitos em Cristo por coisas temporais e carnais?
 
GALATAS 5.22 – DOMÍNIO PRÓPRIO
A falta de domínio próprio tem levado muitos cristãos a saciar suas vontades e não fazer o que agrada a Deus e tem roubado a herança de muita gente. E o que é pior, quando você se distrai a tal ponto e deixa de ser aprovado por Deus acaba entrando em algo muito mais profundo.
 
Gênesis 3.14 – Então o SENHOR Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.
 
O castigo de satanás seria comer o pó, as carnes daqueles que pecam contra Deus para satisfazer seus desejos.
satanás é especialista em enganar pessoas assim. Tentou fazer isso com Jesus, ofereceu o mundo inteiro a Ele.
Muitos têm caído e satanás não chega com rabinho, chifre dizendo que vai te matar, a Bíblia diz que ele vem até como anjo de luz, ele é sutil, conhece tuas fraquezas, teus traumas; não despreze as estratégias dele, ele te propõe o caminho mais largo.
 
O CAMINHO É ESTREITO E NÃO TEM ATALHOS E SÓ QUEM AMA MAIS O SEU CHAMADO E A DEUS DO QUE O CONFORTO E A APROVAÇÃO (SEJA DE QUEM FOR) VÃO PERMANCER DE PÉ.
 
Só que a falta de disciplina espiritual e de domínio próprio tem levado as pessoas a um evangelho mais “light”, e as levem a negociar com as coisas.
LIGHT É IOGURTE, COCA-COLA, PEITO DE PERU, O EVANGELHO É HARD!
Nós somos uma TRICOPOMIA: corpo, alma e espírito. Não podemos ignorar nenhuma de nossas dimensões.
Até nossa carne tem tendência a preguiça. Então temos nossa alma, o intelecto, as vontades, e se permitirmos que nossa vida seja controlada por nossa alma, vamos ser como Esaú. Lembre-se de que seu coração é enganoso e não temos que fazer o que ele diz, mas o que Deus diz.
Existem coisas que aguçam seus sentimentos, por exemplo, a balada, não adianta repreender, você vai chegar à sua casa e vai sonhar com isso. Do que a sua alma vai se alimentar? Se você não se alimentar de coisas que alimentam seu espírito e te fortaleça, você vai morrer. É preciso fazer sua parte.
Nós temos a obrigação de sermos controlado pelo Espírito Santo, e não pelo corpo. Os muito fracos são controlados pelo corpo, pelos desejos carnais, outros pela alma, pelos desejos e sentimentos, e quanta gente está distante de Deus porque não conseguiu controlar suas emoções. Nós temos que andar no Espírito.
 
ROMANOS 8.14
“Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus”
 
Se formos guiados por alma seremos como muitos que foram guiados por uma satisfação passageira. Troca tudo o que Deus te deu por um prazer momentâneo.
Tudo que te satisfaça e te afasta de Deus é das trevas. Hoje são dias que muitas coisas estão acontecendo, um contingente enorme de freqüentadores da Igreja estão nessa condição.
Não negocie aquilo que Jesus conquistou por você. Nada vale a pena!
Mas precisamos estar atentos à voz do Espírito Santo, precisamos nos agarrar a Palavra de Deus com toda nossa força, porque Esaú neto de Abraão não era qualquer um, e mesmo assim foi rejeitado por Deus.
Mas o Senhor não quer nos desprezar, Ele nos ama e é tempo de nos reconciliarmos.
 
Deus abençoe
 
Ap. Rina – Igreja Evangélica Bola de Neve
Anúncios