Um cego cuspido que ficou curado: o que encontramos neste texto é chocante.

Ao se depararem com aquele cego, os discípulos de Jesus logo lhe perguntaram: “mestre, quem pecou, ele ou seus pais?”

Quando estamos diante de uma situação como esta, ficamos em busca de uma explicação. É mais fácil encontrarmos justificativas para os acontecimentos do que crer em um milagre.

Se você não chegou onde almejava, tem uma enfermidade e não foi curado, sua tendência é procurar uma explicação.

Os discípulos queriam saber quem havia errado para que tal coisa pudesse ter acontecido. Mas a resposta de Jesus logo corta o pensamento dos discípulos: “é para que se cumpra nele às obras de Deus”.

Faço uma pergunta a você: O que nos impede de cumprir as obras de Deus?

A resposta é simples. Aquilo que não entendemos. As situações que nos rodeiam e não as compreendemos travam a nossa mente e nos fazem parar. Ou seja, quando entendemos os valores de Deus, somos transformados e passamos a refletir estes valores. O povo daquela época não estava sensível aos valores de Deus.

A visão que o cego recebeu mudou toda a sua vida. Devemos mudar para melhor e não ficar parado no tempo.

No capítulo 9 de João, versículo 19, os judeus questionaram até os pais do cego quanto à deficiência de seu filho. No versículo 26, perguntaram pela segunda vez ao cego o que lhe havia acontecido, como tinha sido curado.

Aquelas pessoas não enxergavam o filho de Deus, seus olhos estavam insensíveis às coisas espirituais. Era exatamente isso que Jesus queria provar com esta ação esquisita.

Esta mensagem é para hoje. Deus nos livre de termos nossos olhos insensíveis e do evangelho acostumado. Desde que o mundo existe até hoje, não aconteceram coisas maiores das que estão por vir. Eu creio! O sobrenatural de Deus está por vir!

Em nossa vida muitas vezes somos assim: Deus nos dá uma palavra, mas antes vem uma “confusão”, um período difícil, e nos esquecemos do que Ele falou. Ainda que tudo pareça estranho, não pare, lembre-se: Eu tenho uma palavra de Deus na minha vida! Esta é a lição que este cego nos ensina, andar em cima do que Deus prometeu.

Preste atenção. O poder da cura não estava no cuspe, e sim na obediência. Mas por que este homem cego tinha que passar por esta situação? Para que se cumprissse nele as obras. Se as obras de Deus não se manifestam em mim, o evangelho em mim não serve pra nada.

José teve que passar pelo que passou para que se cumprisse a profecia (Sl 105:17-20), Sarah passou por provações para que se cumprisse a promessa (Gn 21:1), Jesus veio ao mundo para que se cumprisse as escrituras (Lc 4:21).

Não se prenda as coisas passageiras, tenha fé para enxergar lá na frente.

Você é um recipiente ambulante das obras de Deus!

Pr. Marco Antonio Peixoto – Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul

Anúncios