estrelajose

O Natal é pedagógico. Nossos olhos precisam estar abertos e nossos ouvidos atentos ao que Deus quer nos ensinar através do nascimento, vida e morte de Jesus. Destacamos alguns pontos para nossa reflexão:

1. O nascimento de Jesus nos ensina uma lição de HUMILDADE – Jesus nos ensina através do Seu nascimento. Ele é o Rei que nasceu servo, o Deus que se fez homem, o transcendente que Se esvaziou de Sua glória. O dono do mundo não nasceu num berço de ouro, mas num coxo de palha. O Criador dos céus e da terra, o Deus encarnado, diferente dos nobres deste mundo, não nasceu debaixo das luzes da ribalta, dos flashes da popularidade; ao contrário, não havia lugar para ele em Belém. Ao nascer foi perseguido pelo rei Herodes. Precisou cruzar o inóspito e causticante deserto do Sinai e atravessar o deserto do Saara, e fugir para o Egito, para escapar da perseguição de um rei louco. Jesus cresceu como um carpinteiro na pobre vila de Nazaré. Começou o Seu ministério como um rabino itinerante, que não tinha onde reclinar a cabeça. Sendo rico Se fez pobre. Sendo servido pelos anjos no céu, cingiu-Se com um avental e lavou os pés dos discípulos, que infantilmente, disputavam entre si, um lugar de honra na feira das vaidades humanas.

2. A vida de Jesus nos ensina uma lição de AMOR ALTRUÍSTA – Jesus nos ensina não apenas através do Seu nascimento, mas também, através da Sua vida. Ele veio não para ser servido, mas para servir. Ele Se manifestou para levantar o caído, animar o fraco, salvar o perdido, curar o enfermo e restaurar o quebrado. Ele andou por toda parte fazendo o bem e libertando os oprimidos do diabo. A pregação, o ensino e a cura estavam sempre no topo de sua agenda. Sua doçura atraía as crianças. Sua compaixão enternecia os publicanos. Seu amor inefável abria a porta da esperança para os enjeitados da sociedade. Todos aqueles que se achegavam a Ele com o coração quebrantado, recebiam o perdão. Todos os aflitos que buscavam nEle alívio, saíam consolados. Jesus veio ao mundo para revelar-nos o coração amoroso do Pai. Ele é o caminho que nos leva de volta ao Pai. Ele é a porta que nos dá acesso ao trono da graça. Por meio dEle podemos entrar na sala do Trono e ter comunhão com o Deus de amor.

3. A morte de Jesus nos ensina uma lição de SACRIFÍCIO ABNEGADO – Jesus nos ensina através da Sua morte. Ele veio ao mundo para dar Sua vida em favor dos Seus escolhidos. Ele morreu pela Sua igreja. Ele deu a vida pelas Suas ovelhas. Sendo Deus não julgou como usurpação o ser igual a Deus, antes Se esvaziou e Se humilhou até à morte e morte de cruz. Jesus ofereceu Sua vida. Sua morte foi voluntária. Ninguém podia tirá-la dEle, ao contrário, espontaneamente Ele a deu. Ele caminhou para a cruz como um rei caminha para a coroação. Na cruz Ele nos comprou para Deus. Na cruz Ele pagou a nossa dívida. Sua morte foi substitutiva. Ele morreu a nossa morte. Ele sofreu o nosso castigo. Ele Se fez pecado e maldição por nós, para que fôssemos santos e benditos para sempre. O patíbulo da Sua dor e de Sua horrenda morte, tornou-se a fonte de onde jorrou para nós copiosa redenção. Num sentido a morte de Cristo é única e não podemos imitá-lo. Só Ele pôde morrer vicariamente. Noutro, sentido, porém, aprendemos com Jesus em Sua morte, que devemos também dar a nossa vida pelos irmãos (1 Jo 3:16).

Jesus nos ensina no tempo e na eternidade. Ele é o nosso modelo agora e sempre. Ele nos disse: “Aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração” (Mt 11:29). No Natal que se aproxima, precisamos pensar menos na festa e mais na Pessoa de Jesus. Precisamos devolver a Jesus o sentido do Natal. As luzes, os cânticos, as iguarias, os presentes e toda a nossa agitação são vazios de significado se Jesus não for o centro da nossa vida, da nossa família, da nossa igreja. Que neste Natal possamos honrar aquele que desceu do céu para nos levar ao céu, aprendendo com Seu nascimento, vida e morte.

Pr. Hernandes Dias Lopes – 1º Igreja Presbiteriana de Vitória (ES)

Anúncios