vida-melhor

O melhor de Deus está por vir. As melhores coisas não ficaram para trás, mas estão à nossa frente. O cristão não caminha para o ocaso, mas para o alvorecer da história. Quando a cortina da nossa vida fechar, não desceremos para um túmulo frio, mas voaremos para a presença de Deus, entraremos em nosso lar e receberemos a coroa da vida. Nosso corpo que veio do pó voltará ao pó, mas nossa alma voltará para Deus e entrará no gozo do Senhor.

Agora, enquanto cruzamos os vales da vida, atravessando desertos inóspitos, subindo ladeiras íngremes e descendo encostas escarpadas, divisamos muitos perigos. Ladeiam nossa estrada muitos e aleivosos perigos. Inimigos, os mais ardilosos nos espreitam e tentam nos atacar. Mas, por mais adversas que sejam as intempéries, por mais sombrias que sejam as circunstâncias, não ficaremos prostrados no meio do caminho. A Bíblia diz que vamos de força em força, de fé em fé, marchando resolutos rumo ao nosso destino final.

Nessa jornada há desencontros. Muitas vezes esperamos uma coisa e acontece outra; oramos por uma causa e a situação tornase pior; pedimos a Deus uma providência e as circunstâncias parecem conspirar ainda mais contra nós. Marta e Maria enviaram uma mensagem para Jesus: “Está enfermo aquele a quem amas.” Em vez de Jesus ir ao encontro delas e socorrê-las, mandou apenas um recado. Quando Jesus chegou, Lázaro já estava morto e sepultado. Marta ficou desalentada e chegou mesmo a interferir no propósito de Jesus, dizendo interferir no lhe que sua ação era tardia. Mas, a demora de Deus é pedagógica. O Senhor nunca atrasa. Ele sempre age no tempo certo. Ele jamais perde o controle da situação. Ele ressuscitou Lázaro, muitos creram nele e a glória de Deus foi manifestada. Quando Deus parece atrasar em suas providências é porque ele está preparando algo melhor e maior para nossa vida. O melhor sempre está por vir.

Mesmo quando Deus nos livra através da morte em vez de nos livrar da morte, o melhor ainda está por vir. O céu é melhor. A bem-aventurança eterna não pode ser comparada com as coisas mais excelentes desta vida. Caminhamos não para um anticlímax, mas para o apogeu. Aqui habitamos numa tenda frágil, lá habitaremos numa mansão, casa não feita por mãos. Aqui, somos peregrinos e estrangeiros, lá habitaremos em nossa verdadeira pátria. Aqui, somos esmagados por medos e angústias, lá descansaremos das nossas fadigas. Aqui, somos surrados pelas doenças e esmagados debaixo do peso de nossas fraquezas, mas lá teremos um corpo incorruptível e glorioso. Aqui, temos riquezas que os ladrões roubam e a traça corrói, mas lá tomaremos posse de uma herança gloriosa e imarcescível.

As glórias da nossa vida futura são infinitamente mais belas e mais excelentes que o melhor das riquezas desta vida. Na verdade, aqui temos apenas o penhor, lá teremos a posse completa da nossa herança. Permanece a verdade insofismável: O melhor de Deus para nós está por vir!

Rev. Hernandes Dias Lopes – 1ª Igreja Presbiteriana de Vitória (ES)

Anúncios