You are currently browsing the tag archive for the ‘Gospel’ tag.

presente de deus

Há um ano atrás esse blog foi criado com o objetivo de abençoar a vida de “meia dúzia” de amigos. A ideia era evitar o envio de “milhares” de mensagens por e-mail e concentrar todas em um só lugar. Hoje posso dizer que a família cresceu, e muito por sinal. A cada dia que passa, temos um número maior de acessos e conseqüentemente novos amigos. Amigos que chegam para compartilhar sua luta/dor, outros para compartilhar a alegria de achar aqui uma palavra de Deus no momento certo para suas vidas.

 

Em nosso primeiro aniversário, quero agradecer a Deus pela vida de cada um de vocês. E agradecer a cada um de vocês pelo carinho e pelas orações.  

 

DADOS E CURIOSIDADES:

 

  • Já ultrapassamos a marca de 50 mil acessos. Isso sem nenhum tipo de propaganda e divulgação em massa.
  • Temos mais de 150 mensagens publicadas de diferentes pastores de diversas denominações evangélicas.
  • Os Tags (marcadores de busca) do Ap. Rina, Rev. Hernandes Dias Lopes e Conferência Profética do Bola de Neve são os mais procurados.
  • As palavras “universo, ovelha e paisagem” foram os termos que mais geraram buscas ao blog.
  • O site do Pr. Silas Malafaia, Deus ama você, Max Lucado foram os links mais clicados pelos nossos leitores.
  • E a mensagem mais acessada foi “OS PRIVILÉGIOS DE SER OVELHA DO BOM PASTOR” (Rev. Hernandes Dias Lopes), “FELIZ 2009” (Raphael Farias) e “NÃO DESISTA DOS SEUS SONHOS” (Rev. Hernandes Dias Lopes).

 

Toda minha gratidão a vocês se resume em uma simples palavra, porém extremamente poderosa: DEUS TE ABENÇOE!!!

 

Agradeça a Deus por TUDO o que Ele tem feito e por TUDO que ainda irá fazer.

 

Um forte abraço,

 

Raphael Farias

Anúncios

rio2016

Com a escolha da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016 na última sexta-feira, dia 02/10; o provedor que hospeda o nosso blog (e muitos outros em todo o mundo) não suportou o grande número de acessos e atualizações. Sendo assim, não pude publicar esta mensagem na data que planejei. Porém segue a tempo. O Brasil ainda está em festa e o Rio de Janeiro não pára de comemorar.

A Copa do Mundo de Futebol em 2014 e os Jogos Olímpicos Rio 2016, não são apenas grandes eventos esportivos. São também uma excelente oportunidade de evangelização. Uma grande oportunidade de levar a palavra e o amor de Deus a pessoas de diferentes classes, estilos, credos, nacionalidades, etc. Tivemos essa experiência nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007 e foi uma benção.

Assim como os atletas estão se preparando, nós também precisamos nos preparar também para esses eventos. Estou falando aqui da preparação no sentido de capacitação de novos líderes, elaboração de evangelismo estratégico, criação de peças teatrais, louvores, danças e etc que possam levar a palavra de Deus de forma criativa, atrativa e direta. Nesse quesito eu aplaudo as iniciativas da JOCUM (e muitos outros) que possuem em senso de criatividade e inovação fora do comum.

Pregar a palavra de forma estratégica, não é (somente) usar megafone, entregar folhetos e algo mais. Pregar a palavra de forma estratégica é elaborar um folheto criativo, ações evangelísticas ousadas e diferentes. Poderia aqui enumerar diversas ações que vi, ouvi e colaborei, mas o espaço não me permite.

Essa mensagem é uma palavra de despertamento para mim e para você. Como cidadão apaixonado por esporte, quero muito assistir a uma partida de futebol ou alguma outra modalidade nas Olimpíadas, mas quero também levar a palavra de Deus a outras pessoas. Se Deus não te chamou ainda para evangelizar no Japão, no Egito, na Alemanha, na Bolívia, etc, pode ser que Ele queira te usar para evangelizar algum estrangeiro aqui mesmo em nosso país.

Na última, sexta-feira, enquanto milhares de pessoas se “alegravam” nas areias da Praia de Copacabana (RJ), enquanto todo o mundo através das emissoras de TV, focava seus olhos nas imagens da cidade maravilhosa, muitos irmãos em Cristo, já estavam lá pregando o verdadeiro amor e a salvação que só existe através de Cristo Jesus.

PARABÉNS AO RIO. PARABÉNS AO BRASIL. PARABÉNS A TODOS QUE SONHARAM E TORCERAM POR ESSAS CONQUISTAS.

Deus abençoe a todos.

Raphael Farias

Ajoelhado_3

“Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas
estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33)

Dr. Harry Ironside conta sobre a visita de Andrew Frazer, que foi para a Califórnia para tratar de uma séria enfermidade. Embora bastante fraco, ele abriu sua Bíblia já bem usada e começou a expor as verdades profundas de Deus de uma maneira que Ironside jamais tinha ouvido antes. Ironside sentiu tanto regozijo nas palavras de Frazer que lhe perguntou: “Onde você aprendeu estas coisas? Poderia me dizer onde encontro um livro que me ensine tudo isso? Você aprendeu tudo isso em um seminário ou universidade?” A resposta do homem enfermo jamais foi esquecida por Ironside. “Meu querido jovem, eu aprendi estas coisas em meus joelhos, em um chão de barro de uma pequena cabana no norte da Irlanda. Lá, com a Bíblia aberta diante de mim, eu ficava ajoelhado por horas todos os dias e pedia ao Espírito de Deus que revelasse Cristo para minha alma e enchesse meu coração com Sua Palavra. Ele me ensinou mais em meus joelhos naquele chão de barro do que poderia aprender em todas as universidades e seminários do mundo.”

Temos nós buscado o conhecimento das coisas espirituais diretamente do Senhor? Temos procurado gastar nosso tempo em oração e leitura da Palavra? Temos compreendido que o tempo passado diante de Deus edifica tremendamente a nossa vida e nos enche de gozo e felicidade?
 
Muitas vezes nos dizemos cristãos mas o que menos somos é discípulos de Cristo. Gastamos nosso tempo em tudo que o mundo oferece de suposto prazer, só lembrando do nosso Salvador quando nada de importante temos a fazer ou nos minutos que sobram de nossos interesses pessoais.

Primeiro queremos cuidar de buscar a tão sonhada felicidade e, depois, se der tempo, pensaremos no Senhor. Nos enganamos se pensamos assim! Logo descobriremos o quanto tudo é ilusório! Ao buscarmos a Deus em primeiro lugar, estaremos cuidando de nosso futuro e acharemos a tão sonhada felicidade.

Você tem colocado o Senhor em primeiro lugar? Ou Ele está lá no final da lista?

Pr. Paulo Roberto Barbosa

em_construcao

Atos 9:1 a 20

Eu que sou uns dos maiores acusadores da programação da televisão, começo citando um programa que passa pelas seis da tarde, um dos únicos programas que assisto além dos filmes de terror. O programa é o Extreme Makeover: Reconstrução Total. Ele faz algo parecido com o programa do Luciano Huck, escolhem pessoas vítimas de alguma catástrofe (furacão, guerra do Iraque, etc) nos EUA que se inscrevem no programa através de uma carta e reforma a casa. A família escolhida é questionada com o tipo de casa que queria ter, e durante a reforma a família vai passear em algum lugar (Caribe, Europa, etc).

Os trabalhadores destroem praticamente a casa toda e constroem uma nova em sete dias. A volta da família ao lar é empolgante, fica um ônibus na frente da casa pra fazer um suspense e a surpresa. O apresentador fala:” Se vocês gostaram por fora, espera pra ver por dentro.” Entre os arquitetos do programa existe um chamado Ty que desenvolve o Projeto do Ty , ele escolhe uma pessoa que se destaca na família por algum motivo e faz o projeto mais cuidadoso e especial.

Muitas vezes para que algo novo possa se estabelecer é preciso destruir o antigo. Outra coisa que podemos aprender é que tem sempre um projeto que é especial, a ele é devotado um brilhantismo (projeto do Ty). Você já pensou que Deus tem um projeto especial pra você que é diferente do tipo de relação que tem com Ele atualmente? É um Extreme Makeover da nossa vida, uma reconstrução total.

REPENSANDO A CONVERSÃO

Quero falar de uma palavra que usamos muito no meio evangélico, porém de maneira equivocada, a palavra conversão. Geralmente usamos para um evento, para nos referir ao dia específico que nos convertemos. Eu acredito que conversão é um projeto muito mais demorado do que isso, ele começa no dia que temos um encontro com Cristo, mas vai até a volta de Cristo. Então é preciso repensar essa conversão.

Paulo foi o maior missionário que já existiu. Esse texto (Atos 9: 1 a 20) nos mostra quais as características de uma genuína conversão, apesar de doutrinário ele dá as nuances de uma verdadeira conversão. E isso serve para nós questionarmos a nossa conversão. Todos nós precisamos fazer esse exercício independente do tempo de batismo e profissão de fé.

O que acontece comigo quando eu estou nesse processo chamado conversão?

1.Torna-me ENSINÁVEL (vs.10)

Paulo acabou de cair do cavalo, mas ainda precisa ser ensinado, doutrinado. O interessante é que aquele terrorista se torna alguém disposto a aprender. Precisamos nos tornar aprendiz, e essa é uma das características inegociáveis da conversão.

Miguel Zuguer foi terrorista religioso que destruiu ônibus com freiras e crianças. Certo dia ele foi pra Argentina reunir candidatos a terroristas na America Latina a fim de levá-los para o Iraque. E andando pela Argentina ele viu um lugar escrito “Casa de Oração”, entrou pensando ser uma mesquita e ali ele se converteu. Por causa disso precisou ser escondido, pois foi perseguido. Posteriormente se casou com uma brasileira em Belo Horizonte. Ele gostava muito de ficar com as crianças e aprender com elas porque ele já tinha perdido muito tempo com o terrorismo e não tinha sido criança. “Eu fico com a pureza da resposta das crianças”.

Precisamos ser um eterno aprendiz do Senhor. Você para pra ouvir quem diz sim e não pra você? Você está sob a autoridade espiritual de alguém? Quanto perto de Jesus você esta? Porque quem está perto de Jesus é ensinável. Interessante como gente nova na Fé quer aprender e gente velha na Fé acha que sabe tudo. Ser ensinável faz de você alguém que está se convertendo gradualmente ao senhor.

2.Torno-me REFLEXIVO (vs. 9)

Paulo ficou três dias sem ver,sem beber e sem comer. Eu imagino que ele não tenha falado, tenha ficado refletindo sobre aquilo que acabara de lhe acontecer, o processo tinha acabado de começar na vida dele. Paulo só queria aquela presença, aproveitar daquela sensação de êxtase, ele não trocava aquilo por nada nem por uma refeição. Esse é um tempo de avaliação e arrependimento, de aprender as disciplinas espirituais, tempo para pensar na nossa própria relação com Deus. Há quanto tempo você não pára pra questionar sua relação com Deus? Há quanto tempo não pára pra dar uma volta com Deus?

“Fazer da queda um passo de dança”

3. Torno-me RELACIONAL (vs.17)

Pela primeira vez Paulo escuta a palavra irmão como redimido. Há uma força nessa atribuição de fraternidade, ela significa que eu e você independente das nossas diferenças e preferências temos o mesmo DNA, porque o mesmo sangue foi derramado através de Cristo Jesus, porque esse mesmo sangue corre na nossa veia. É por isso que não dá pra brincar com essa palavra; eu imagino o impacto que essa palavra deve ter causado na vida de Paulo, e também na vida de Ananias quando disse isso pra um ex – terrorista. Eu não acredito na conversão à parte da Igreja de Cristo, fora dos limites dos irmãos da fé independente do formato que ela tenha. Fora da comunidade da Fé tenho dificuldade de crer que a conversão possa se cultivar. É por isso que apesar de tudo que vivemos eu acredito na Igreja e sou Igreja enquanto Deus me der força pra ser Igreja.

4.Torno-me SENSÍVEL (vs. 18)

Paulo sofreu pelo evangelho. A conversão da maioria de nos é muito parecida com a de Saulo: em algum ponto da sua vida você caiu do cavalo, viu uma luz, percebeu que era cego e passou a ver, foi ensinável, reflexivo, relacional. Geralmente a nossa conversão vai até esse ponto, poucos são os que se convertem suficiente ao ponto de serem capazes de morrer em nome de Cristo, de se tornar sensível. A história de Paulo gira em torno da sensibilidade de Paulo ao chamado de Deus. Tenho certeza que você tem um chamado de Deus, mas nos costumamos recusá-lo.

Nenhum de nós foi chamados para estar na igreja, todos fomos chamados para nos abastecer na igreja e sermos cristão fora da igreja. A verdadeira conversão sabe do propósito de amar a Deus e gozá-lo para sempre. Tem gente que é convertida até certo ponto, mas tem gente que é sensível a fazer a obra de Deus.

Deus tem uma proposta de conversão tão integral que não dá pra ver o outro lado, mas nós preferimos aquela limitada, embairrerada. É como se o Ty (apresentador do programa Extreme Makeover) gritasse que vai te dar uma casa nova e você dissesse que só vai querer reformar a cozinha.

Deus te convida a abdicar da sua vida e escolher a vida de Cristo, a não se contentar com um lago, quando ele tem o Mar para oferecer.

Rev. Mário Henrique  

* Mensagem ministrada na Semana da Juventude 2009 da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro, cujo tema principal é “Desculpe o transtorno, estamos em obras”

capacete feliz

O que você tem hoje, todo o seu dom e talento é para ser usado hoje em prol do reino.  Deus não vai precisar dos seus serviços no céu. Se você é um advogado Ele não vai precisar de um no céu, pois Jesus será nosso advogado, se você é um arquiteto, Deus é o grande arquiteto.

Em uma viagem a África encontrei um bichinho e resolvi trazer e dar um nome a ele, chamando de Rock. (Rock é um animal de pelúcia, ele brinca com rock)

Quem faz o rock ter vida são as minhas mãos, precisamos nos entregar e nos converter. Conversão é deixar que Deus trabalhe na sua vida.

“No princípio Deus criou todas as coisas…” Deus desenhou o homem, criou com suas próprias mãos, Ele planejou. Deus tinha um propósito para sua criação.

Um dia Deus encontrou o homem triste, Deus tinha um plano maravilhoso para a vida do homem, então Deus retira da costela do homem a sua matéria prima para a criação de uma companheira. O homem e a mulher estavam felizes no Éden. Deus então disse que tudo eles poderiam fazer, menos comer do fruto proibido, porém o homem desobedeceu a Deus destruindo tudo o que Deus construiu para ele, então o plano maravilhoso de Deus, o projeto que Deus tinha para o homem foi destruído pela ganância do homem. Deus criou o homem para ter alegria, paz, esperança, mas pela desobediência, o homem passou a andar triste e cabisbaixo.

Deus ainda quer executar o Seu plano maravilhoso, por isso enviou seu filho unigento para que todo aquele que nEle crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Jesus veio para realizar novamente este plano na sua vida, reconstituir a sua alegria.

A criatura só se sente completa quando encontra o criador.

Jesus leva sobre si todos os nossos pecados para restaurar a sua esperança, Ele morreu, mas ao terceiro dia Ele ressuscitou. Ele que foi castigado, humilhado, pisado pelas nossas transgreções, morreu, mas ressuscitou. Muitos líderes morreram, mas Jesus foi o único que ressuscitou e é a nossa esperança.

Deus tem um projeto e todos fazem parte deste plano e deste projeto de Deus. Jesus morreu por todos nós sem exceção, mas ele trabalha em nós individualmente. O plano que ele tem para sua vida é maravilhoso, é lindo, basta que você permita ele agir. Deus não rejeita um coração contrito e quebrantado. Entregar a vida a Jesus tem que vir com quebrantamento e rendição.

A crise do mundo não é financeira e sim entender qual o sentido da vida, muitos andam com medo e sem esperança, mas Jesus morreu por você para restaurar a sua esperança.

Muitos freqüentam a igreja hoje mas estão longe da casa do pai. A igreja é um grande campo missionário.

Deus dá uma nova oportunidade para o homem, vale apena confiar em Deus e permitir que Deus trabalhe em sua vida, você só tem que descansar, e o plano de Deus se realizará em sua vida.

Miss. Paulo César (Palhaço Paulinho) – Mocidade para Cristo (MPC) 

* Mensagem ministrada na Semana da Juventude 2009 da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro, cujo tema principal é “Desculpe o transtorno, estamos em obras”

Mocidade para Cristo

“Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha;

E caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, por que fora edificada sobre a rocha.

E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a casa sobre a areia;

E caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína.” Mateus 7:24-27

Dias difíceis estão acontecendo, temos pessoas que não praticam a palavra porque não a ouvem.

Por que chegamos até onde chegamos? A história, os acontecimentos mundiais influenciaram no momento que estamos vivendo, pois a geração anterior foi oprimida por um movimento onde nada era permitido (jogar bola, vôlei, etc.) e esta geração se rebelou seguindo um movimento Gospel que atendia uma demanda latente.

Este movimento gerou uma ditadura do louvor comercial, onde o culto gira em torno de louvor e tirou a palavra do centro.  Antes não podia muita coisa, mas do culto saía conteúdo, hoje não se sabe nada sobre a bíblia.

Conseqüências por se tirar à bíblia do centro:

– As igrejas viraram tremendos campos missionários, pois as pessoas que lá estão não tem seus nomes escritos no livro da vida;

– Pregadores pregando o texto fora de contexto para servir de pretexto;

– Geração de jovens nascidos em lares evangélicos, mas que não vivem a palavra, pois estão acostumados com a rotina de escola dominical, cultos, etc. Esta é uma geração que está perdida, mas perto da palavra. Estão perdidamente perto.

“Temos que trazer a bíblia de volta para o centro, senão seremos casa edificada sobre a areia.”

– Igreja flutuante, pessoas que correm atrás de bênçãos. Teologia de quinta categoria que tira Deus do centro e coloca o homem no centro. “Deus me abençoa por causa da minha fidelidade para com Ele.” “O culto foi bom porque eu me senti bem.”

– Falta de vocações missionárias. Onde estão os missionários que largavam tudo para pregar o evangelho?  Estamos preocupados com o bem estar. Hoje as pessoas escolhem a igreja com um checklist, verificam o que a igreja tem para oferecer;  ar-refrigerado, berçário, boa equipe de louvor. A igreja está cheia de clientes.

Jovens, levem a sério à palavra, dediquem-se.

O que você vai fazer com a sua formação? Você pretende fazer engenharia, odontologia, e outras, para que? Ganhar dinheiro? Isso é muito pouco. Sirva ao Senhor com a sua formação.

O sistema capEtalista (do inferno) estimula os jovens a largarem os valores corretos e seguirem os valores do mundo. Onde você está, o que você é, é para a Glória de Deus.

Rev. Marcelo Gualberto – Congregação Presbiteriana Central de Belo Horizonte (MG) e diretor nacional da Mocidade para Cristo (MPC) 

* Mensagem ministrada na Semana da Juventude 2009 da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro, cujo tema principal é “Desculpe o transtorno, estamos em obras”

panneau-dormir

Por que Satanás ataca?

Eu acho muito útil entender que o inimigo nos ataca por vários motivos. Às vezes ele nos ataca porque fizemos algo errado. Quando fazemos isso, abrimos uma porta para o inimigo trazer confusão e estragos em nossa vida. Em Efésios 4:27 Paulo descreve esta situação como dando lugar ao diabo. A forma de lidar com isso é simplesmente voltando pra Deus e falando: “Pai, se eu fiz algo de errado, por favor, me mostre. Não quero dar lugar ao inimigo para operar em minha vida”. Se Deus lhe mostrar alguma coisa, arrependa-se, receba seu perdão, e continue. Se ele não lhe mostrar nada, não comece a escavar, entrando numa expedição para descobrir pecados secretos. Descanse em saber que se você fez alguma coisa errada, ele será fiel para lhe mostrar o que é.

 

“Seja vossa vida sem avareza. Contentai-vos com as coisas que tendes, porque ele tem dito: De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei”. Hebreus 13:5

 

Outra razão que leva o inimigo a nos atacar algumas vezes é por termos feito alguma coisa correta – nossa escolha e nossas ações que demonstram obediência a Deus, prejudicam o reino das trevas e isso deixa o inimigo louco. Algumas vezes ele vai nos atacar somente porque estamos progredindo.

 

Lembre-se, o objetivo do inimigo é roubar, matar, e destruir tudo o que ele puder. Ele vem para retirar nossos bons relacionamentos, fazer o que for possível para roubar a verdade existente na Palavra, nossa paz e alegria. A boa nova é que Jesus veio para destruir os trabalhos do inimigo, e para nos dar vida abundante e transbordante. Se nós concordarmos com o Senhor, ele nos dará vitória sobre Satanás em todos os momentos.

 

Uma coisa que realmente me ajudou a lidar com os ataques do inimigo, foi entender que todos os cristãos estão sofrendo estes ataques, e não somente eu. Esta era uma das mentiras que o inimigo sussurrava em meus ouvidos. Mas aprendi através da Palavra que os crentes ao redor do mundo sofrem os mesmos tipos de ataques o tempo todo. Por mais que tentemos evitar as tentações e tribulações, não conseguimos – Jesus disse que passaríamos por isso. Mas ele também disse: “… tende bom ânimo (coragem, seja confiante, certo, sem dúvidas)! Porque eu venci o mundo. (eu passei por isso e tudo o que conquistei foi por você e pra você)”.

Joyce Mayer

o-deus-todo-poderoso

Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas. (Deuteronômio 10.17)

 

Um Deus maior que Ele;

 

Um problema que Ele não possa resolver;

 

Um amor maior que o dEle;

 

Um justo fiel, sem resposta de Oração;

 

Uma vida que Ele não possa transformar.

amanhecer1

As promessas do Senhor são confiáveis e infalíveis. Entretanto, muitas pessoas que enfrentam situações difíceis enquanto esperam que aquilo que Deus prometeu cumpra-se em sua vida, costumam perguntar: “Por que as promessas do Senhor não se realizam da maneira como desejamos, e no tempo que achamos ideal, propício?”. Elas não entendem porque às vezes as circunstâncias caminham na contramão das vitórias que Deus prometeu.

Quando você estiver passando por adversidades, lembre-se de que “todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados pelo seu decreto” (Romanos 8.28).

Mesmo que a vida delineie diante de você um panorama de adversidades, de contradições, de situações conflitantes e difíceis, mantenha-se firme na fé, jamais duvide das promessas e da fidelidade do Senhor.

Continue confiante no plano de Deus para sua vida, mesmo sentindo que uma forte ventania e uma grande tempestade o têm envolvido. De acordo com as promessas de Deus, era para estar soprando uma brisa suave. Mas não se deixe abalar. Se o vento é fortíssimo e atrapalha a sua caminhada, não se esqueça de que você tem promessas de Deus, e que Suas promessas não falham. Tudo o que está acontecendo agora é circunstancial, é momentâneo. As dificuldades cessarão.

Mesmo que você esteja debaixo da correção de Deus, não deve esquecer que o Senhor é bom, e que as suas misericórdias duram para sempre. O salmista Davi nos chamou a atenção para isto:

“Porque não passa de um momento a sua ira; o seu favor dura a vida inteira. Ao anoitecer pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã” (Salmos 30.5-6, ARA).

As promessas do Senhor são infalíveis. Espere com fé, pois Ele não se esqueceu de você. Em Isaías 55.8, o Senhor diz:

“Porque os meus pensamentos são mais altos do que os vossos pensamentos”. (Isaías 55.8)

As circunstâncias adversas que surgem antes que as promessas de Deus se cumpram têm que ser consideradas segundo a ótica de Deus, e não segundo a visão limitada do ser humano. Não sabemos nem temos a capacidade de pensar como Deus. Somente após uma entrega total de nossa vida a Jesus é que poderemos “ter a mente de Cristo” (1 Coríntios 2.16). Só então entenderemos porque a vontade de Deus prevalece acima das contradições da vida.

Pr. Silas Malafaia – Assembléia de Deus na Penha (RJ)

* Trecho da mensagem A vontade de Deus e as contradições da vida, pregada no 11º Congresso Pentecostal Brasileiro Fogo para o Brasil.

paraquedismo

Nos momentos de adrenalina, de muita onda e contato com a natureza, o relacionamento com Deus é essencial. As situações radicais experimentadas pelos esportistas fazem-nos pensar em uma vida de extremos — o que realmente ocorre —, mas nos levam também a examinar o real significado de ser radical.

Primeiramente, existe o pensamento secular de que, para ser radical, é necessário ser “maluco”, ultrapassar os limites e viver uma vida desregrada. Para os partidários dessa idéia, o radicalismo está associado a noites em claro, regadas a drogas e a uma condição de destaque no convívio social por esse tipo de “façanha”.

O que a Bíblia nos orienta, no entanto, é exatamente o contrário:.ser radical não é fazer o que a massa já faz, mas remar contra a maré. A vida radical, de acordo com os princípios bíblicos, sugere a idéia de que, se todos estão se destruindo por meio das drogas, você é aquele(a) que tem saúde, cuja vida é focada, que não precisa de aditivos para ser feliz e ter paz no coração.

Do mesmo modo, se ninguém tem religião e todos acham que isso não deve ser levado em consideração, você é aquele(a) que tem um relacionamento com Deus, que tem uma vida de oração, de leitura da Palavra de Deus, e cuja vida é iluminada em função disso.

Ser radical é viver contra as coisas que o mundo nos dita como certas. É saber que, enquanto todos procuram o maior número possível de parceiros, o número maior possível de “baladas”, você está junto da(o) sua/seu namorada(o), almejando constituir uma família, procurando fazer aquilo que é correto. Isso também lhe dá a segurança de ter uma pessoa que o(a) ama, que cuida de você e o(a) protege e que deseja honrá-lo(a) e respeitá-lo(a).

Ser radical é saber que tudo o que Deus tem para as nossas vidas, por mais que pareça diferente daquilo que o mundo oferece, vai lhe trazer benefícios e ajudá-lo(a) a ficar mais próximo de Deus. Ser radical é não se deixar influenciar por uma cultura que nos ensina o que é contrário a Deus e permitir-se influenciar pela cultura da Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus, uma vez que ela foi escrita para nos revelar a vontade do Criador para o ser humano.

E, se foi Ele quem nos criou, ninguém melhor do que Ele para saber qual a melhor maneira de vivermos. Por isso, radicalize todos os aspectos da sua vida, principalmente o espiritual. Busque Deus de todo o seu coração e procure transformar a sua vontade de radicalizar em santidade, em seriedade com relação às coisas espirituais, em um pacto, uma aliança verdadeira com Deus. Isso o(a) levará a uma nova condição e você, em pouco tempo, perceberá que vale a pena confiar em Deus, vale a pena confiar na Sua Palavra, vale a pena ser radical. 

Fique na paz,

Ap. Rina – Igreja Evangélica Bola de Neve (SP)