You are currently browsing the tag archive for the ‘oração’ tag.

Ajoelhado_3

“Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas
estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33)

Dr. Harry Ironside conta sobre a visita de Andrew Frazer, que foi para a Califórnia para tratar de uma séria enfermidade. Embora bastante fraco, ele abriu sua Bíblia já bem usada e começou a expor as verdades profundas de Deus de uma maneira que Ironside jamais tinha ouvido antes. Ironside sentiu tanto regozijo nas palavras de Frazer que lhe perguntou: “Onde você aprendeu estas coisas? Poderia me dizer onde encontro um livro que me ensine tudo isso? Você aprendeu tudo isso em um seminário ou universidade?” A resposta do homem enfermo jamais foi esquecida por Ironside. “Meu querido jovem, eu aprendi estas coisas em meus joelhos, em um chão de barro de uma pequena cabana no norte da Irlanda. Lá, com a Bíblia aberta diante de mim, eu ficava ajoelhado por horas todos os dias e pedia ao Espírito de Deus que revelasse Cristo para minha alma e enchesse meu coração com Sua Palavra. Ele me ensinou mais em meus joelhos naquele chão de barro do que poderia aprender em todas as universidades e seminários do mundo.”

Temos nós buscado o conhecimento das coisas espirituais diretamente do Senhor? Temos procurado gastar nosso tempo em oração e leitura da Palavra? Temos compreendido que o tempo passado diante de Deus edifica tremendamente a nossa vida e nos enche de gozo e felicidade?
 
Muitas vezes nos dizemos cristãos mas o que menos somos é discípulos de Cristo. Gastamos nosso tempo em tudo que o mundo oferece de suposto prazer, só lembrando do nosso Salvador quando nada de importante temos a fazer ou nos minutos que sobram de nossos interesses pessoais.

Primeiro queremos cuidar de buscar a tão sonhada felicidade e, depois, se der tempo, pensaremos no Senhor. Nos enganamos se pensamos assim! Logo descobriremos o quanto tudo é ilusório! Ao buscarmos a Deus em primeiro lugar, estaremos cuidando de nosso futuro e acharemos a tão sonhada felicidade.

Você tem colocado o Senhor em primeiro lugar? Ou Ele está lá no final da lista?

Pr. Paulo Roberto Barbosa

Anúncios

oracao

Jó 22.27

Jó viveu o auge do sofrimento. Ele saiu de uma situação próspera e tranqüila, para um terrível sofrimento num único momento. Ele era admirado e possuía uma grande família, riquezas e gados, mas da noite para o dia, perdeu tudo. E ele não sofreu somente abalos na sua riqueza, mas também teve forte abalo emocional pela perda dos filhos. E como se não bastasse, também foi atingido na sua saúde. Ele foi tocado por uma chaga maligna.

No seu sofrimento, Jó é visitado por três amigos. Eles choraram por sete dias e sete noites, sem proferir qualquer palavra. Mas estes homens começam a falar, e cada um tem o seu discurso. E Elifaz é um destes. Ele traz a sua visão, ensino e conselho para Jó. Elifaz   teve uma leitura parcial do quadro de Jó. Ele buscou pecado em Jó, pois para ele, isto seria a causa de todo o seu sofrimento. Mas Elifaz também traz uma possível solução. E embora que Jó fosse a pessoa errada para escutar aquele conselho, o conteúdo é bom e correto.

Ele sugere arrependimento e conversão a Deus para Jó. Mas ele também sugere uma oração. Ele diz: “Orarás a ele, e ele te ouvirá; e pagarás os teus votos.”

Elifaz nos ensina uma grande verdade. Eu não preciso esperar alguém orar por mim, eu posso orar ao Senhor. Isto fala da pessoalidade da oração. A oração era parte da solução do sofrimento. Mas parece que enxergamos a oração como um rito litúrgico, ou desencargo de consciência. Poucos vêem a oração como um instrumento que pode mudar a nossa história. A oração é pessoal e não podemos transferi-la. Existem pessoas que estão encarando quadros graves e sérios e que precisam orar. Jesus deu importância à oração, e nós também precisamos dar.

Neste texto encontramos três fases da oração. Isto diz que oração é um processo, ela tem o antes, durante e depois. Às vezes, até sabemos da importância da oração, mas pecamos em alguma destas fases. Vejamos elas:

1º – Antes da oração, precisamos ter a certeza que estamos sendo ouvidos. Parece simples, mas muita gente falha nisto. Existem pessoas que buscam a certeza se estão sendo ouvidas, durante a oração e não antes. Acham que só quando há alguma sensação ou arrepios, é que Deus está ouvindo a oração. Mas não é o que sinto, e sim o que creio, que faz com que a nossa oração seja ouvida. 

– Durante a oração, preciso ter a convicção de que falo diretamente com Deus. A oração não tem intermediários. Somente Jesus é o nosso mediador. Existem pessoas que estão se acostumando a pedir que outros orem por ela. Nós temos acesso direto ao Pai. Não podemos ter reservas ou vergonha. Podemos falar diretamente, do nosso jeito, sem protocolos. Não preciso esperar uma campanha de oração para que Deus faça um milagre em minha vida.

3º – Depois da oração, precisamos cumprir o que prometemos. Tem muita gente que descarta esta fase. Pessoas que se comprometem com coisas, mas não cumprem. Pessoas que embutem um propósito na oração, para dar um peso maior, e que quando são ouvidas, e são abençoadas, não cumprem os seus votos. Deus não apenas considera a oração, mas Ele também considera o voto. Deus espera que cumpramos os nossos votos. Deus vê a nossa aflição antes da oração, contempla a angústia durante, mas precisa ver também a nossa fidelidade depois da oração. 

Jodson Gomes – Assembléia de Deus em Bonsucesso (RJ)

o-deus-todo-poderoso

Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas. (Deuteronômio 10.17)

 

Um Deus maior que Ele;

 

Um problema que Ele não possa resolver;

 

Um amor maior que o dEle;

 

Um justo fiel, sem resposta de Oração;

 

Uma vida que Ele não possa transformar.

paraquedismo

Nos momentos de adrenalina, de muita onda e contato com a natureza, o relacionamento com Deus é essencial. As situações radicais experimentadas pelos esportistas fazem-nos pensar em uma vida de extremos — o que realmente ocorre —, mas nos levam também a examinar o real significado de ser radical.

Primeiramente, existe o pensamento secular de que, para ser radical, é necessário ser “maluco”, ultrapassar os limites e viver uma vida desregrada. Para os partidários dessa idéia, o radicalismo está associado a noites em claro, regadas a drogas e a uma condição de destaque no convívio social por esse tipo de “façanha”.

O que a Bíblia nos orienta, no entanto, é exatamente o contrário:.ser radical não é fazer o que a massa já faz, mas remar contra a maré. A vida radical, de acordo com os princípios bíblicos, sugere a idéia de que, se todos estão se destruindo por meio das drogas, você é aquele(a) que tem saúde, cuja vida é focada, que não precisa de aditivos para ser feliz e ter paz no coração.

Do mesmo modo, se ninguém tem religião e todos acham que isso não deve ser levado em consideração, você é aquele(a) que tem um relacionamento com Deus, que tem uma vida de oração, de leitura da Palavra de Deus, e cuja vida é iluminada em função disso.

Ser radical é viver contra as coisas que o mundo nos dita como certas. É saber que, enquanto todos procuram o maior número possível de parceiros, o número maior possível de “baladas”, você está junto da(o) sua/seu namorada(o), almejando constituir uma família, procurando fazer aquilo que é correto. Isso também lhe dá a segurança de ter uma pessoa que o(a) ama, que cuida de você e o(a) protege e que deseja honrá-lo(a) e respeitá-lo(a).

Ser radical é saber que tudo o que Deus tem para as nossas vidas, por mais que pareça diferente daquilo que o mundo oferece, vai lhe trazer benefícios e ajudá-lo(a) a ficar mais próximo de Deus. Ser radical é não se deixar influenciar por uma cultura que nos ensina o que é contrário a Deus e permitir-se influenciar pela cultura da Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus, uma vez que ela foi escrita para nos revelar a vontade do Criador para o ser humano.

E, se foi Ele quem nos criou, ninguém melhor do que Ele para saber qual a melhor maneira de vivermos. Por isso, radicalize todos os aspectos da sua vida, principalmente o espiritual. Busque Deus de todo o seu coração e procure transformar a sua vontade de radicalizar em santidade, em seriedade com relação às coisas espirituais, em um pacto, uma aliança verdadeira com Deus. Isso o(a) levará a uma nova condição e você, em pouco tempo, perceberá que vale a pena confiar em Deus, vale a pena confiar na Sua Palavra, vale a pena ser radical. 

Fique na paz,

Ap. Rina – Igreja Evangélica Bola de Neve (SP)

grande_deus

“A ti, ó Deus, confiança, e louvor em Sião!” (Salmo 65:1)

Assim Davi começa seu salmo de louvor a Deus. Um salmo de uma beleza arrebatadora que consegue em seus treze versículos resumir, de forma majestosa. toda a essência da mensagem bíblica.

Agora, não há como ler as palavras que Davi pronuncia diante de Deus, seja em oração ou em canção; e não ser remetido à história de sua própria vida.

Pense em alguém que passou anos e anos escondendo-se pelas cavernas do deserto. Alguém que teve que refugiar-se até mesmo na terra de seus próprios inimigos. Na verdade, houve um tempo, em que era mais seguro para ele, estar na terra de seus adversários declarados, do que na de seus falsos admiradores.

De algum modo, els sobreviveu aos seus desertos para reinar sobre uma nação. Sobreviveu ao seu momento para viver o seu destino. Passou por perigos, enfrentou privações, administrou crises, perseverou através de noites escuras; mas, chegou do outro lado, pela graça de Deus.

Não é à toa que ele começa seu salmo dizendo: “A ti, ó Deus. confiança e louvor em Sião!”. Se algo, Davi havia aprendido, havia sido a confiar em Deus. Em meio a todas as suas lutas e lágrimas, ele sabia que Deus era fiel às Suas promessas. Ele sabia que aquilo que Deus prometia, Ele cumpria. Na verdade, o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.

Ele continua e diz: “ó Tu que escutas a oração, a Ti virão todos os homens”.

Será que podemos compreender que nenhum de nós ainda estaria aqui, não fosse a misericórdia de Deus? Ele é o Deus que escuta a oração. É o Deus que ouve o clamor do aflito. Ele é aquele que antes que clamemos, nos responde; e quando ainda estamos falando, nos ouve.

Isto não encoraja você a orar? Não incentiva você a derramar seu coração diante dEle, sabendo que Ele é digno de confiança e que Ele está ouvindo o seu clamor?

Mas, ele não para aí, mas continua discorrendo sobre a natureza do Deus em quem cremos.

Ele é um Deus perdoador, que nos satisfaz com a bondade da sua casa. Um Deus que nos responde com tremendos feitos em Sua justiça. Ele é o nosso Salvador e a esperança de todos os confins da terra e dos mares longínquos. Ele é o que consolida os montes, que aplaca o rugir dos montes e o tumulto das gentes. Ele é aquele que nos faz exultar de júbilo; aquele que visita a terra e a rega, o que a enriquece copiosamente. Ele é o que coroa o ano de Sua bondade e cujas pegadas destilam fartura.

Pode você pensar em quão grande e maravilhoso é o nosso Deus? Ele é um grande Deus. Não o Deus que a religião nos apresenta; mas alguém que nos amou até as últimas conseqüências. Na verdade, nós O amamos, porque Ele nos amou primeiro.

A história da minha caminhada com Ele não começou por iniciativa minha, mas dEle. Ele me buscou. Ele me achegou a Si. Ele me atraiu. Ele me escolheu. Ele se entregou por mim. Na verdade, o salmo diz: “feliz aquele a quem escolhes, e aproximas de ti, para que assista em teus átrios: ficaremos satisfeitos com a bondade de tua casa – o teu santo templo”.

Talvez, este seja um tempo difícil para você. Quem sabe você tem tido que viver um dia de cada vez, um dia por vez. Pode até ser que você nem mesma consiga compreender o que está acontecendo em sua vida; mas, nunca esqueça algo: Deus é por você! E se Deus é por nós, quem será contra nós?

Eu sei que você pode estar se sentindo enfraquecido, mas isto vai passar. Deus está no controle de todas as coisas. Ele ama você demais para deixá-lo neste momento. Na verdade, Ele nunca está tão perto do que nos momentos mais difíceis de nossa vida. Apenas, faça como Davi e olhe para Deus com confiança. Ele é poderoso para terminar a obra que começou em sua vida. Nada que Ele iniciou irá ficar inacabado. Deus mesmo vai cuidar de você.

Na hora da luta, nossa tendência é ver o tamanho de nossa dificuldade; pensar na demora para chegar o amanhecer; mas, se há algo que pode nos ajudar é lembrar a grandeza do nosso Deus.

Hoje, você pode estar chorando; mas você ainda vai voltar a sorrir e a celebrar como fez Davi. Na verdade, agora mesmo, no meio da luta, podemos levantar nossa voz e exaltá-lo, porque Ele ainda reina. Ele é um grande Deus.

Se Ele pode consolidar os montes, Ele pode fortalecer a minha vida. Se Ele pode aplacar o rugir dos mares, Ele pode aplacar o rugir das lutas que se levantam em meu caminho. Se Ele pode visitar a terra e regá-la, Ele pode regar a minha vida e fazê-la crescer para a Sua glória. Se Ele pode abençoar os campos, Ele pode abençoar a sua e a minha vida. E Ele o fará, por causa de Sua bondade e misericórdia.

Pr. Paulo Cardoso – Igreja Encontro com a Vida – Tijuca (RJ)

imitadores

Somos informados pela Palavra que nada temos porque não pedimos, e que, quando pedimos, não obtemos, pois, pedimos mal, apenas para esbanjar nos prazeres e nas ilusões de aquisição, poder e conquista.

 

Por outro lado somos estimulados a pedir bem, segundo a vontade de Deus, que é amor, pois, assim sendo, sabemos que já obtivemos o que Lhe temos pedido.

 

Jesus mandou que pedíssemos com amor e fé, em Seu nome, pois, Ele mesmo é a Resposta a todas as nossas orações.

 

E mais: Ele disse que quando pedíssemos veríamos tanto amor de Deus sendo derramando que nossa alegria espiritual seria completa.

 

Além disso, foi Jesus também quem disse que ao orarmos devemos crer de antemão que já fomos ouvidos.

 

Já vi muitas vezes na vida o que uma intensa dedicação à oração concentrada em fé e amor pode realizar.

 

Vi acontecendo com outros e também comigo!

 

Na realidade vejo que peço pouco, pois, de algum modo, é como se eu mesmo soubesse que Ele sabe, e, assim, pelo excesso de certeza acerca Dele, não peço como foi ordenado que eu fizesse. Porém, quando faço, minha alegria é sempre completa, pois, muitas vezes, vejo na hora as coisas acontecerem. Outras vezes, no entanto, demora um pouco, e, em tais casos mais demorados, nem sempre a resposta vem como solicitada, pois, de fato, sempre vem melhor.

 

Eu, todavia, creio que se alguém se dedica a pedir aquilo ao que Jesus diz “amém”, não há como não vir a acontecer.

 

Jesus enfatizou a oração mais do que qualquer outro tema.

 

Sim! Jesus manda orar; orar mesmo; orar sem cessar;

Orar para não entrar em tentação;

Orar para amar o inimigo;

Orar pela vinda do reino;

Orar pelos doentes e encarcerados;

Orar pelos aflitos do mundo;

Orar por reis e governantes;

Orar pedindo que a grande tribulação não seja longa demais;

Oar pedindo que nossas fugas não sejam no inverno da vida;

Oar pela subversão dos poderes do mundo;

Orar sabendo que nenhuma autoridade manda em nada;

Orar crendo que para Deus tudo é possível.

 

Sobretudo, Jesus mandou orar com amizade por Deus, com solidariedade pelas causas do céu na terra!

 

Oração, todavia, hoje em dia, é, na melhor das hipóteses, uma macumba, um exercício de poder, um acesso alternativo aos “bens deste mundo”; ou, ainda, apenas um falar autoritário enquanto se marcha no chão do templo pedindo sucesso, carro, casa, emprego, ou soluções para problemas afetivos com o marido, o amante ou a eliminação dos inimigos.

 

Foi interrompido por alguns minutos!…

 

Mamãe ligou pra mim… Minha tia Elvira, a mais velha da casa de meu pai, acabou de partir para encontrar com Jesus, com meu avô, com meu pai, com meu irmão Luiz, com meu filho Lukas, e com todos os meus tios e tias que já foram, e, também, foi e já está na presença do Rei da Glória.

 

Louvado seja Deus pela partida de minha tia santinha e amada!

 

Aqui de onde estou — sem poder correr até Manaus para sepultá-la e consolar meu primo João Fábio, único filho dela — oro por todos e também pelo meu primo João; e peço ao Espírito Santo que se derrame sobre ele e sobre todos agora.

 

O Anjo do Senhor está acampado!

 

Por que você não firma o propósito de orar sempre neste ano que agora começa?

 

Sim! Falar menos, ouvir mais, opinar menos, julgar nada, e, em compensação, orar tudo o que antes seria objeto de seus discursos e tentativas de intervenção pessoal!

 

Fale com Deus. Com os homens adianta muito pouco!

 

Com oração, Nele, que é o meu Amém,

 

Caio Fábio

sem-saida1

Quando nos sentimos encurralados, é muito importante saber como reagir a isso corretamente. Nossa primeira linha de defesa deve sempre ser a oração. O momento de orar não é quando já esgotamos todas as outras possibilidades e opções. O momento de orar é AGORA – a qualquer momento, em qualquer lugar e sobre qualquer coisa. (12) Podemos agradecer a Deus por suas bênçãos, glorificá-lo por sua fidelidade e louvá-lo por quem ele é. Se estamos muito envolvidos e não sabemos o que orar, podemos orar em Espírito. Algumas vezes a única oração que conseguimos fazer com muito esforço é, “Ajude-me!”, mas está bom assim. Deus conhece nosso coração e se preocupa com o que estamos passando. (13)

Entenda que oração abre as portas para que Deus entre e comece a trabalhar. Também mostra ao Senhor que estamos humildemente crendo e descansando na ajuda dele. Eu creio que uma das melhores formas que temos para orar é usando versículos da Palavra.

Isaías 62:6 diz: “sobre os teus muros, ó Jerusalém, pus guardas, que todo o dia e toda noite jamais se calarão (não estarão em silêncio); vós (os que são seus servos) os que fareis lembrado o Senhor (e suas promessas), não descanseis…”. O significado disso é que temos que respeitosamente lembrar do Senhor e de tudo que ele fez e falou em sua Palavra. Porque a Bíblia diz que Deus está ativamente em alerta cuidando para o cumprimento de sua Palavra. (14)

Outra atitude que precisamos tomar é parar de fazer um inventário de tudo o que não temos. E isso significa que precisamos evitar falar coisas como “eu não tenho dinheiro… eu não tenho nenhum ‘conhecimento’ nesta área…” ou “eu não tenho ninguém para me ajudar”. Eu aprendi que tudo o que preciso para ser bem sucedido é ter Deus ao meu lado. Não devemos medir isso pela quantidade de dinheiro que temos no banco, quanta educação eu adquiri, ou quantas pessoas estão em meu círculo de influência. Precisamos focar no suprimento ilimitado do Deus a quem servimos. El Shaddai – o Deus provedor, irá nos dar o que precisarmos no momento em que precisarmos.

Só mais um pouco – já estamos chegando ao final!

Para concluir, quero deixar com você um pouco do que acredito. São quatro versículos dos mais encorajadores das Escrituras: “Tudo vai passar”. Todas as situações que estamos vivendo neste momento vão passar, não ficaremos na situação atual pra sempre. Deus é bom e está no controle. Ele sabe quantos fios de cabelo tem em sua cabeça e recolhe todas as suas lágrimas. (15) Ele tem profundo conhecimento do que você passou, do que você está passando e do que ainda irá passar.

Somente por você não conseguir ver uma saída, não significa que ela não exista. As promessas de Deus para nós é que em todas as provas ele proverá (sempre) uma saída, para que você seja capaz, forte e poderoso para suportar a situação pacientemente até o final. (16)

Se você está tentando entender o que Deus vai fazer para as coisas acontecerem, eu quero lhe incentivar a parar. Ao invés disso, relaxe. Entregue-se aos cuidados de Deus e viva a vida um dia de cada vez. (17) Quando você sentir que as coisas estão fora do controle, abra sua boca e diga: “Deus, eu preciso de ti. Eu entrego esta situação em tuas mãos. Não sei como o Senhor irá fazer para solucionar, mas eu não preciso saber. O Senhor já fez isso antes e sei que pode fazer novamente. Dá-me de tua graça e paz. Não importa quão loucas as coisas pareçam, eu não irei preocupar. Sei que tu estás no controle”.

(12) Ler Efésios 6:18. (13) Ler Hebreus 4:15. (14) A Bíblia, Jeremias 1:12. (15) Ler Lucas 12:7; Salmos 56:8. (16) A Bíblia, I Coríntios 10:13. (17) Ler Mateus 6:34.

por Joyce Meyer

oracao

“Sem prece não existe piedade cristã”. Rizzo.

A Oração é uma arma.

Lord Halifax, vice-rei da Índia escreveu uma carta a seu governo em Londres, em que se refere ao líder político místico da Índia, dizendo que este homem estranho, quando não consegue dominar a vontade rebelde de seu povo, passa noites inteiras em oração e depois os seus conterrâneos lhe obedecem; se eu, acrescenta Lord Halifax, procedesse desse modo, em vez de apelar para os recursos da política e das armas, meu governo me chamaria de volta para Londres como inapto para o cargo que exerço; Gandhi evidentemente, tem conhecimento de uma arma secreta que nós desconhecemos. (Gandhi – página 94).

A Bíblia nos recomenda que oremos:

“Orai e vigiais”. – Cristo
“Orai sem cessar”. – Paulo

I – A ORAÇÃO É A MARCA DO CRISTÃO

Cristo viveu uma vida de oração:
De madrugada – Mc 1:35.
No Getsêmani.

A Igreja Primitiva orou:
Atos 1:14 e 2:43
Estevão:
Atos 7:60.
Saulo:
Atos 9:11.

Exemplo Vários:
Martinho Lutero: Dele escreveu certo colega: “Cada manhã ele precede seus estudos com uma visita à Igreja e uma prece a Deus”.

Jonathas Edward: “Costumava passar treze hora estudando e orando todos os dias”.

João Wesley: “Considerava a oração a coisa mais importante de sua vida – levantava-se religiosamente todos os dias às 4 horas da manhã”. Faleceu com 86 anos.

Jorge Whitefield: Pregador escocês do século XVIII assim dividia o seu tempo: 8 horas sozinho com Deus; 8 horas para dormir e refeições; 8 horas para trabalho entre o povo.

Moody: Um dos seus biógrafos nos conta que ele depois de fazer uma viagem cansativa de trem, chegando ao hotel passava o restante da noite em oração.

A oração acompanha a conversão:

Conta-nos certo missionário que em manhãs frias e geladas passou com os coreanos em orações fervorosas no templo com milhares de pessoas.
Cremos que o cristão que não ama e não pratica a oração ainda está em falta com Deus e consigo mesmo.

II – A ORAÇÃO É A ALAVANCA DO CRISTÃO

Cristo disse que se orarmos com fé transportaremos os montes.
A eficácia da oração movendo o braço de Deus.

Ilustração:
1. Oração: Só desconhece o poder da oração quem desconhece grandes amarguras.

A oração é a alavanca do espírito. Quando o fardo do viver, pesa como chumbo sobre a alma quase asfixiada; quando o círculo de ferro dos dissabores estreitam-se, estreita-a, envolvendo-a, tocando-a, parecendo prestes a aniquilá-la, o homem prostra-se e volve um olhar para Deus.

As frases que mal traduzem o pensamento atribulado rompem-lhe dos lábios murmúrios e inconexas…

É um bálsamo suavíssimo de esperanças percorre-lhe as veias ressequidas, na escuridão que o rodeia esboça-se um albor tênue, difunde-se, tinge de rosider o horizonte alargado; sopram auras de vida: é um alvorecer. E o homem levanta-se revigorado, atira-se à luta, derriba obstáculo, vence, triunfa. (Julio Ribeiro).

“A oração é a chave nas mãos da fé”.

2. Jorge Muller: Como Deus sustentou os órgãos que estavam aos cuidados de George Muller.

3. Exemplos:

Moisés: Orou e Israel prevaleceu – Êxodo 18.
Daniel: Orou e Deus fechou as bocas dos leões.
Elias: Com a chave da oração trancou os céus por três anos e seis meses, não choveu. Com esta chave Elias fês cair fogo do céu sobre o altar que ofereceu a Deus.
Paulo e Silas: Oraram e as portas do cárcere se abriram.
Ezequiel: Orou e, Deus o amou.
Jonas orou e Deus o salvou.

4. A oração é o maior poder que temos na terra.

O poder da oração
“Há um lugar a que podem chegar os olhos de um cego, e num instante a sua vista fica perfeita”;
“Há um lugar de onde podes dizer:
Levanta-te! Aos cativos moribundos seguros pela cadeia da noite”;
“Há um lugar donde podes alcançar as riquezas de ouro guardado, e liberta-te para o Senhor”;
“Há um lugar, nalguma terra distante, aonde podes mandar o obreiro e a Palavra”;
“Há lugar onde o poder insistente de Deus se move em resposta a tua petição insistente”;
“Há um lugar… a silenciosa hora da comunhão, em que Deus mesmo desce e luta em teu favor”;
“Onde está esse lugar? Tu perguntas onde? Ó alma, este é o lugar secreto da oração”.

III – A ORAÇÃO É O SEGREDO PARA O PODER

Todo o crente almeja poder.
Todo o crente tem poder?
Como adquirir poder?
“Muita oração, muito poder: pouca oração, pouco poder, nenhuma oração, nenhum poder”.
O crente que ora é um crente que tem poder.
Um homem de joelhos na presença de Deus pode mais que milhões escudados na força da carne.

Ilustração:
Visitando a Sra. Juçá Campos, crente presbiteriana de Blumenau – SC., contou-me ela que seu filho caçula nasceu, logo depois, sofreu uma convulsão cerebral. Disse-lhe o médico que seu filho estava sujeito a quatro coisa: as três primeiras eram três tipos de doenças e a quarta coisa poderia ser a saúde. A mãe da senhora citada, ajoelhou-se ao lado da cama. Depois de passar momentos com sua Bíblia aberta em oração, a mãe voltou-se para a Dona Juçá que chorava copiosamente e disse-lhe: “Filha, guarda as tuas lágrimas, teu filho está curado”. Daí a pouco chegava o médico dizendo àquela mãe que seu filho estava curado.

Rev. Messias Anacleto Rosa – Ig. Presbiteriana Independente – Londrina (PR)