You are currently browsing the tag archive for the ‘promessas’ tag.

amanhecer1

As promessas do Senhor são confiáveis e infalíveis. Entretanto, muitas pessoas que enfrentam situações difíceis enquanto esperam que aquilo que Deus prometeu cumpra-se em sua vida, costumam perguntar: “Por que as promessas do Senhor não se realizam da maneira como desejamos, e no tempo que achamos ideal, propício?”. Elas não entendem porque às vezes as circunstâncias caminham na contramão das vitórias que Deus prometeu.

Quando você estiver passando por adversidades, lembre-se de que “todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados pelo seu decreto” (Romanos 8.28).

Mesmo que a vida delineie diante de você um panorama de adversidades, de contradições, de situações conflitantes e difíceis, mantenha-se firme na fé, jamais duvide das promessas e da fidelidade do Senhor.

Continue confiante no plano de Deus para sua vida, mesmo sentindo que uma forte ventania e uma grande tempestade o têm envolvido. De acordo com as promessas de Deus, era para estar soprando uma brisa suave. Mas não se deixe abalar. Se o vento é fortíssimo e atrapalha a sua caminhada, não se esqueça de que você tem promessas de Deus, e que Suas promessas não falham. Tudo o que está acontecendo agora é circunstancial, é momentâneo. As dificuldades cessarão.

Mesmo que você esteja debaixo da correção de Deus, não deve esquecer que o Senhor é bom, e que as suas misericórdias duram para sempre. O salmista Davi nos chamou a atenção para isto:

“Porque não passa de um momento a sua ira; o seu favor dura a vida inteira. Ao anoitecer pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã” (Salmos 30.5-6, ARA).

As promessas do Senhor são infalíveis. Espere com fé, pois Ele não se esqueceu de você. Em Isaías 55.8, o Senhor diz:

“Porque os meus pensamentos são mais altos do que os vossos pensamentos”. (Isaías 55.8)

As circunstâncias adversas que surgem antes que as promessas de Deus se cumpram têm que ser consideradas segundo a ótica de Deus, e não segundo a visão limitada do ser humano. Não sabemos nem temos a capacidade de pensar como Deus. Somente após uma entrega total de nossa vida a Jesus é que poderemos “ter a mente de Cristo” (1 Coríntios 2.16). Só então entenderemos porque a vontade de Deus prevalece acima das contradições da vida.

Pr. Silas Malafaia – Assembléia de Deus na Penha (RJ)

* Trecho da mensagem A vontade de Deus e as contradições da vida, pregada no 11º Congresso Pentecostal Brasileiro Fogo para o Brasil.

grande_deus

“A ti, ó Deus, confiança, e louvor em Sião!” (Salmo 65:1)

Assim Davi começa seu salmo de louvor a Deus. Um salmo de uma beleza arrebatadora que consegue em seus treze versículos resumir, de forma majestosa. toda a essência da mensagem bíblica.

Agora, não há como ler as palavras que Davi pronuncia diante de Deus, seja em oração ou em canção; e não ser remetido à história de sua própria vida.

Pense em alguém que passou anos e anos escondendo-se pelas cavernas do deserto. Alguém que teve que refugiar-se até mesmo na terra de seus próprios inimigos. Na verdade, houve um tempo, em que era mais seguro para ele, estar na terra de seus adversários declarados, do que na de seus falsos admiradores.

De algum modo, els sobreviveu aos seus desertos para reinar sobre uma nação. Sobreviveu ao seu momento para viver o seu destino. Passou por perigos, enfrentou privações, administrou crises, perseverou através de noites escuras; mas, chegou do outro lado, pela graça de Deus.

Não é à toa que ele começa seu salmo dizendo: “A ti, ó Deus. confiança e louvor em Sião!”. Se algo, Davi havia aprendido, havia sido a confiar em Deus. Em meio a todas as suas lutas e lágrimas, ele sabia que Deus era fiel às Suas promessas. Ele sabia que aquilo que Deus prometia, Ele cumpria. Na verdade, o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.

Ele continua e diz: “ó Tu que escutas a oração, a Ti virão todos os homens”.

Será que podemos compreender que nenhum de nós ainda estaria aqui, não fosse a misericórdia de Deus? Ele é o Deus que escuta a oração. É o Deus que ouve o clamor do aflito. Ele é aquele que antes que clamemos, nos responde; e quando ainda estamos falando, nos ouve.

Isto não encoraja você a orar? Não incentiva você a derramar seu coração diante dEle, sabendo que Ele é digno de confiança e que Ele está ouvindo o seu clamor?

Mas, ele não para aí, mas continua discorrendo sobre a natureza do Deus em quem cremos.

Ele é um Deus perdoador, que nos satisfaz com a bondade da sua casa. Um Deus que nos responde com tremendos feitos em Sua justiça. Ele é o nosso Salvador e a esperança de todos os confins da terra e dos mares longínquos. Ele é o que consolida os montes, que aplaca o rugir dos montes e o tumulto das gentes. Ele é aquele que nos faz exultar de júbilo; aquele que visita a terra e a rega, o que a enriquece copiosamente. Ele é o que coroa o ano de Sua bondade e cujas pegadas destilam fartura.

Pode você pensar em quão grande e maravilhoso é o nosso Deus? Ele é um grande Deus. Não o Deus que a religião nos apresenta; mas alguém que nos amou até as últimas conseqüências. Na verdade, nós O amamos, porque Ele nos amou primeiro.

A história da minha caminhada com Ele não começou por iniciativa minha, mas dEle. Ele me buscou. Ele me achegou a Si. Ele me atraiu. Ele me escolheu. Ele se entregou por mim. Na verdade, o salmo diz: “feliz aquele a quem escolhes, e aproximas de ti, para que assista em teus átrios: ficaremos satisfeitos com a bondade de tua casa – o teu santo templo”.

Talvez, este seja um tempo difícil para você. Quem sabe você tem tido que viver um dia de cada vez, um dia por vez. Pode até ser que você nem mesma consiga compreender o que está acontecendo em sua vida; mas, nunca esqueça algo: Deus é por você! E se Deus é por nós, quem será contra nós?

Eu sei que você pode estar se sentindo enfraquecido, mas isto vai passar. Deus está no controle de todas as coisas. Ele ama você demais para deixá-lo neste momento. Na verdade, Ele nunca está tão perto do que nos momentos mais difíceis de nossa vida. Apenas, faça como Davi e olhe para Deus com confiança. Ele é poderoso para terminar a obra que começou em sua vida. Nada que Ele iniciou irá ficar inacabado. Deus mesmo vai cuidar de você.

Na hora da luta, nossa tendência é ver o tamanho de nossa dificuldade; pensar na demora para chegar o amanhecer; mas, se há algo que pode nos ajudar é lembrar a grandeza do nosso Deus.

Hoje, você pode estar chorando; mas você ainda vai voltar a sorrir e a celebrar como fez Davi. Na verdade, agora mesmo, no meio da luta, podemos levantar nossa voz e exaltá-lo, porque Ele ainda reina. Ele é um grande Deus.

Se Ele pode consolidar os montes, Ele pode fortalecer a minha vida. Se Ele pode aplacar o rugir dos mares, Ele pode aplacar o rugir das lutas que se levantam em meu caminho. Se Ele pode visitar a terra e regá-la, Ele pode regar a minha vida e fazê-la crescer para a Sua glória. Se Ele pode abençoar os campos, Ele pode abençoar a sua e a minha vida. E Ele o fará, por causa de Sua bondade e misericórdia.

Pr. Paulo Cardoso – Igreja Encontro com a Vida – Tijuca (RJ)

sonhos

Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do Senhor para todo o sempre” 

Salmos 23

Esta deve ser uma das frases mais doces já escritas. Ler este versículo é abrir uma caixa de jóias. Cada palavra cintila e implora implora para ser examinada diante de todas as dúvidas: bondade, misericórdia, todos os dias, habitar na casa do Senhor para sempre. Elas devastam nossas incertezas como uma equipe da SWAT faz com um terrorista.

Olhe para a primeira palavra: certamente. Davi não disse “talvez”, ou “provavelmente”. Ele acreditava em um DEUS seguro, que faz promessas seguras e oferece uma base segura. Davi teria amado as palavras de um de seus descendentes, o apóstolo Tiago. Ele descreveu DEUS como AQUELE “em quem não há mudança, nem sombra de variação” Tg 1:17.

ELE é um DEUS seguro, e porque ELE é um DEUS seguro, podemos declarar confiantemente: “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida” E o que vem depois da palavra CERTAMENTE? “bondade e a misericórdia”. Não apenas bondade, porque somos pecadores necessitamos de misericórdia. Não apenas bondade, porque somos frágeis, necessitamos de bondade. Bondade para prover, misericórdia para perdoar.

Bondade e misericórdia, a escolta celestial do rebanho de DEUS. Se essa dupla não reforça a sua fé, tente esta frase: “todos os dias da minha vida”. Que imensa declaração. Bondade e misericórdia seguem os filhos de DEUS a cada dia, e todos os dias! Pense nos dias que ainda virão. O que você vê? Seja lá o que você prevê, bondade e misericórdia te seguirão.

E o que ELE fará durante estes dias? ELE irá SEGUIR com você. Que modo surpreendente de descrever DEUS! Estamos acostumados a um DEUS que permanece num lugar, um DEUS entronizado. Davi, no entanto, visiona um DEUS móvel e ativo. Um DEUS que nos persegue, que vem em nosso rastro com “bondade e misericórdia”.

DEUS é o DEUS que segue. Se assim é, livre-se das suas dúvidas. Não mais se sobrecarregue com elas. Você pode confiar em DEUS. Confie em sua fé, não em seus sentimentos. Você não se sente espiritual todos os dias? Claro que não. Mas, seus sentimentos não tem impacto sobre a presença de DEUS. Nos dias em que não se sentir perto de DEUS, fie-se na sua fé e no que ELE é.

Max Lucado – livro “ALIVIANDO A BAGAGEM”, Ed CPAD

arvore_ceu_azul

 

Se há algo que me consola é saber que os homens e mulheres de Deus, através de toda história, eram, exatamente, como você e eu.

Talvez, porque ao observar o que eles realizaram, em nome do Senhor, fiquemos iludidos, pensando, que, de alguma forma, eles eram diferentes de nós. Talvez, fossem construídos de um material mais resistente, quem sabe à prova de choque ou à prova de tribulação.

Mas, quando eu leio os Salmos, eu mergulho na alma desses personagens e os encontro questionando os mesmos questionamentos que eu me questiono; chorando as mesmas lágrimas que eu choro; se angustiando com as mesmas angústias com as quais eu me angustio. Por motivos diferentes, em circunstâncias diferentes, em tempos diferentes; mas, ao mesmo tempo, extremamente, semelhantes.

Não foi à toa que Tiago, escrevendo sua carta, fez questão de frisar que Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos; mas orou e Deus respondeu o seu clamor.

Não é lindo que Deus escolheu usar gente fraca e pequena como você e eu? Não é fantástico que Ele escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes, e as que não são para confundir as que se julgam ser alguma coisa?

Fico pensando em Asafe, quando no Salmo 77, diz: “Quando estou angustiado, busco o Senhor”. Você já experimentou fazer isso? De verdade?

A alma dele estava inconsolável, diz o texto, ou em outras palavras; a alma dele recusava ser consolada. Ele diz que estava tão inquieto, tão agitado, tão angustiado que nem mesmo conseguia falar. Tudo que ele conseguia pensar era em quem ele já tinha sido, mas não conseguia ser mais; em tudo que ele já havia feito, mas não conseguia fazer mais. Ou seja, ele estava vivendo da nostalgia; vivendo de folhear e refolhear o álbum de recordações.

Só que ele estava recordando as coisas partindo do pensamento errado. Ele pensava: Será que Deus nunca mais vai falar comigo como já falou um dia? Será que eu nunca mais vou sentir prazer em Deus como um dia já senti? Será que Deus nunca mais vai me mostrar Seu favor e bondade?

Ele achava que Deus não agia mais. Mas, a questão é que todas aquelas recordações já eram mais que uma prova que Deus agia em sua vida.

Quando a angústia chega, quando a depressão tenta se instalar na alma, quando a inquietação começa a se assenhorar do coração, a melhor coisa a fazer é trazer à memória os feitos do Senhor.

Tire os olhos de si mesmo e coloque a mente em Deus. Pense em quem Ele é. Pense em como Ele é grande. Lembre de como Ele já te ajudou tantas e tantas outras vezes. Lembre que você já caminhou por muitos outros vales, antes, e Ele te conduziu como um Pastor às suas ovelhas. Pense em como Ele te ama. Lembre que você não está sozinho nisso.

Há momentos na nossa caminhada com Deus que marcam a nossa vida. Talvez, a nossa conversão. Quem sabe, uma direção que recebemos de Deus, num momento crítico. Ou, talvez, um livramento. De algum modo, eu preciso trazer à minha mente os feitos do Senhor. Porque é assim que eu me encorajo nEle.

Já percebeu que toda vez que os salmistas sentiam-se abandonados por Deus, a cena do Mar Vermelho sendo aberto, volta à tona? Isso porque aquele foi um momento que marcou para sempre a vida daquele povo.

Gerações se passaram, mas eles tinham uma história. Nossos pais confiaram em Ti e Tu os livraste. O nosso Deus fez a Sua vereda pelo meio do mar; o Seu caminho pelas águas poderosas, e ninguém viu as Suas pegadas.

É um Deus que não precisa assinar Suas obras. Ele age por pura graça; por pura misericórdia e compaixão. É o Deus que nos socorre na hora da angústia.

Talvez, o problema continue aí, mas Deus tem um caminho para você atravessá-lo. Tem um jeito. Você pode não estar enxergando, mas Ele vai atravessar isso junto com você.

Quando nada parece estar acontecendo e os céus parecem mudos, não se desespere. É só impressão nossa. É a nossa alma nos pregando uma peça. Usando as palavras daquele hino antigo: Deus está aqui, tão certo quanto o ar que eu respiro; tão certo quanto o amanhã que se levanta; tão certo como eu te escrevo e podes me ler.

Eu sei que, às vezes, nós mergulhamos na nostalgia. Fazemos, exatamente, como Asafe, que disse: “fico a pensar nos dias que se foram, nos anos há muito passados; de noite recordo minhas canções. O meu coração medita e o meu espírito pergunta”. É normal. Faz parte do ser gente. Acontece com todo mundo.

Mas, o importante é lembrar que nada mudou. Deus ainda é o mesmo. E Ele está cuidando de você e de mim. Mesmo quando tudo parece parado e nada parece estar acontecendo. São as pequenas pausas da vida. Mas, a sinfonia não acabou aí. A pausa faz parte dela. É para embelezá-la. Só quer dizer que vai começar algo novo.

Lembre-se que quem está regendo a sinfonia da sua vida é o Maestro por excelência. E essa vai ser uma linda sinfonia, porque é Deus quem a está compondo.

Que essas palavras confortem o seu coração.

Pr. Paulo Cardoso – Igreja Encontro com a Vida – Tijuca (RJ)

Pr. Silas Malafaia prega na segunda noite da Conferencia Profética

 

Nesta segunda noite da Conferência Profética, a igreja estava muito animada para receber pela segunda vez, o pastor Silas Malafaia (Assembléia de Deus na Penha-RJ). Com base no capitulo 14 do livro de Josué, o pastor trouxe como exemplo a ser seguido, a vida de Calebe.

 

publico2

 

Este servo de Deus viveu 45 anos esperando que a promessa que lhe foi entregue se cumprisse em sua vida. Muitas pessoas esquecem da palavra dos céus que um dia foi liberada sobre a sua vida. Desta forma, dão preferência para palavras enganosas que roubam seu tempo e sua fé.

 

 

silas

 

O pastor fez um questionamento: Você guarda ou esquece o que Deus tem falado para você? O exemplo de Calebe se destaca neste ponto. Ele tinha discernimento espiritual, além disso, Malafaia destacou alguns pontos da vida de Calebe que podemos seguir:

 

Em Josué 14:7 Calebe demonstra ter, além da percepção, respeito pela autoridade espiritual, neste caso por Moisés, e seus ensinamentos. Seguindo a leitura, Malafaia nos mostra no versículo 8 a importância de valorizar as amizades, independente de seus erros e da situação. Quem nós escolhemos para fazer parte de nosso espaço? Com quem partilhamos os nossos anseios e sonhos? Em Provérbios 18:24 a Bíblia nos diz que há amigos mais chegados que irmãos.

 

O destaque do versículo 10 é a dependência total de Deus demonstrada na vida de Calebe. Esta dependência, baseada pela perseverança da fé, para o cumprimento da palavra, renovou suas forças. Como em Isaías 40:31, “Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças, voam como águias”. Mesmo 45 anos depois esperando pelo milagre ele continuava firme e forte.

 

No versículo 11 é ressaltada sua pró-atividade e sabedoria para tomar decisões, baseado somente em princípios e não na opinião dos outros. Nós teremos que lutar, mas Deus estará conosco em todos os momentos, é promessa.

 

O segredo é perseverar e manter a fé independentemente do que acontecer, pois nós sabemos em quem temos crido.

 

Fonte: Igreja Evangélica Bola de Neve (SP)

felicidadeGênesis 22.

Quando alguém tem intimidade com Deus, conhece a Deus, mesmo que Ele peça algo estranho, que contrarie seus projetos e sonhos, essa pessoa sabe que é a voz dEle e sabe, também, que Deus nao falhará com suas promessas.

Vers. 2: “E disse: Toma o teu filho, o teu único filho, Isaque a quem amas, e vai até a terra de Moriá e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas que te direi.”

Abraão poderia pensar: “Isso não á a voz de Deus; Ele não me pediria isso; O filho que Ele me prometeu; o filho da promessa”

Ou quem sabe, Abraão passou a noite em claro relembrando o momento em que tomou nos seus braços aquele filho que ele tanto esperou.

Relembrou os momentos de choro da criança; o rosto angelical dela enquanto dormia em seus braços; o beijo; o abraço que em certos momentos aquele filho lhe deu; talvez momentos em que ele olhava para aquela criança todos os dias e, naquele momento, eu imagino que abraão olhava para o céu e agradecia:

“Muito obrigado Deus! Porque o Senhor prometeu e cumpriu”

O interessante nesta palavra é que Abraão não discute com Deus. Ele não tenta arrumar um jeitinho para sair dessa situação… ele apenas cumpre.

Deus, quando fez este pedido a Abraão, não fez porque era um Deus mal, antes, Ele sabia que Abraão amava àquele rapaz com todas as suas forças.

Abraão não sabia qual era o plano de Deus, mas obedeceu àquilo que o Senhor pediu, porque ele sabia o Deus a quem ele servia e que por mais difícil que fosse a prova, Deus estava no controle.

Talvez na sua vida você enfrenta momentos em que tudo está num mar de rosas, tudo tranquilo, so vivendo as promessas. Ae, derrepente, tudo vira de ponta cabeça e você diz:

“Meu Deus! Por quê? O Senhor me prometeu que eu seria próspero, então por que fui despedido?”

“O Senhor prometeu que eu iria casar, então por quê o noivado “de tantos” terminou?”

“Por que esta luta? Este problema? Esta enfermidade?”

Abraão foi naquela estrada com o seu filho sabendo que a ordem de Deus era de sacrificá-lo. O que será que se passava na cabeça de Abraão naquele momento?

Ele poderia dizer: “Isaque. Vamos embora! Não quero mais saber deste Deus!”

Ele poderia ter reclamado, zombado, murmurado, poderia ter tomado várias atitudes, porem ele, simplesmente, obedeceu. Isaque ve a lenha preparada, tudo já arrumado para o sacrifício; o fogo ardendo, então ele pergunta:

“E agora papai… aonde está o cordeiro?”

E mais uma vez, em outras palavras, Abraaão revela que sabe o Deus que tem, entao diz a Isaque:
“Deus proverá.”

No momento que ele se prepara para sacrificar o seu filho, Deus se revela à ele; no versículo 12 a Palavra diz que o anjo do Senhor fala com ele:

“Não faça nenhum mal a teu filho. Porque agora sei que temes a Deus…”

E continua dizendo no versículo 15:

“Porquanto fizeste esta ação e não negaste o teu filho, Eu te abençoarei, multiplicarei a sua descendencia e todas as nações serão benditas em ti… porque obedeceste a minha voz…”

O que Deus tem pedido a você que tem sido difícil de suportar?

O que você está passando neste momento e que você ora e diz: “Meu Deus acho que não vou aguentar.”

Muitas vezes olhamos para cima, num dia chuvoso e parece que está tudo escuro. Não é assim?

Porém, se você pegar um avião e ultrapassar as nuvens lá em cima, o Sol continua a brilhar

Pode ser que você olha para a sua situação e enxerga a mesma coisa, tudo escuro; porque Deus fez isso, porque Ele permitiu, não tem mais jeito…

E Ele olha lá de cima e só está esperando que você acredite que se Ele prometeu, não imporata o que aconteça, basta você seguir o que Ele lhe pede.

Basta você confiar em Deus pois a promessa vai se cumprir no momento em que você se entregar totalmente à Ele e mostrar a sua confiança nEle.

Ele proverá tudo aquilo que você precisa…

Deus é fiel… Deus proverá..

Pr. Flávio Simões – Assembléia de Deus do Bom Retiro (SP)