You are currently browsing the tag archive for the ‘Senhor’ tag.

BN5

Lucas 14. 28 – 33

Nesta passagem, o Senhor Jesus pergunta sobre coisas. Tenho cuidado com as perguntas de Deus, pois tem perguntas que são impossíveis de responder. Deus perguntou para Ezequiel: “poderão reviver estes ossos?” A resposta do profeta foi perfeita e pode ser a nossa resposta também: “eu não sei, mas tu sabes.” O pior na história de Jó foi quando seus amigos acharam que sabiam das respostas. Quando tentamos racionalizar, procurando respostas, nos perdemos. Há momentos que é melhor termos ao nosso lado, pessoas que não procuram entender, mas que creiam. Em Jó 38.2, 3, 4 Deus faz perguntas a Jô: “Quem é este que escurece os meus desígnios com palavras sem conhecimento? Cinge, pois, os lombos como homem, pois eu te perguntarei, e tu me farás saber. Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Dize-mo, se tens entendimento.”

Daí por diante, Deus faz muitas perguntas a Jó. Mas a pergunta inicial foi: “Quem é este que obscurece o propósito?” ou seja, “Quem é que lança cobertas sobre o propósito?”.  Muitas vezes o propósito vai estar obscurecido, e não conseguimos ver por onde prosseguir.  No texto de Lucas, Jesus pergunta sobre a construção e sobre as estratégias de guerra. O homem faz planos, cria estratégias e etc, mas o Senhor pergunta se podemos levar até ao final a obra. Davi venceu muitas batalhas, não por causa das estratégias, mas por consultar ao Senhor. Eu avalio, faço as contas de construir ou guerrear, mas para ser discípulo tenho que abrir mão de ter o mapa do caminho. É saber que a pouca é força, mas não fugir da guerra e não deixar se abater. Não podemos deixar que o medo obscureça o propósito de Deus.

Queremos respostas e explicações. Caminhar sem respostas é um desafio. Mas a nossa segurança não está em ter bens, plano de saúde, reservas de dinheiro, mas ter o Senhor caminhando conosco. Nós não sabemos como fazer, mas Ele tem as estratégias. Às vezes o propósito é tão grande, que não sabemos se conseguiremos alcançar. No entanto, chegaremos à conclusão de que é o Senhor que faz. O que é propósito de Deus na sua vida, Ele vai cumprir.

Pare de tentar criar caminhos por você mesmo. Diga: “Senhor, tu sabes.” Então as respostas chegarão, e o sobrenatural acontecerá. Se Deus está com você, siga os caminhos que Ele te guia. Abra mão de querer saber as respostas antes do tempo. Ande pela fé, que é andar pelo que não vê, mas pelo que crê.

Deus sabe. Ele é soberano. Você não sabe, mas Ele sabe. Não pare, não mude o curso, não recue. Se achar que não consegue chegar no alvo, descanse no Senhor, que Ele pode fazer você chegar no alvo, ou fazer com que o alvo chegue até você.

Sara Cavalcanti – Assembléia de Deus de Bonsucesso (RJ)

* Está autorizada a reprodução desta mensagem, desde que respeitando a citação do autor. Para adquiri-la COMPLETA em CD ou DVD, ligue para (21)2270-4543 ou por e-mail livraria@adbonsucesso.com 

Biblia

O tema da mensagem de hoje é a confiança em Deus. Na Bíblia Sagrada, lemos sobre a confiança no capítulo 3 do Livro de Provérbios: “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos e ele endireitará as tuas veredas. Não seja sábio aos teus próprios olhos, mas teme ao Senhor e aparta-te do mal” (v. 5-7).

Esse texto traz-nos algo de especial porque nos ensina que a confiança é uma oportunidade diária. Todos os dias temos a chance de tomar decisões, baseados não apenas no que julgamos correto, mas consultando Deus para tanto. De fato, há situações que nos forçam a buscar a direção e o conselho divinos. Há circunstâncias nesta vida que literalmente nos “empurram” para encontros com o Senhor.

Talvez você possa estar passando por isso. Pode ser, por exemplo, que tenha aplicado todas as suas economias na bolsa de valores e uma virada econômica não o deixe dormir; ou pode ser que tenha investido tudo o que possuía em um relacionamento que chegou ao fim e, desesperado e sofrendo, não encontre mais sentido na vida.

Não perca a oportunidade! Qualquer que seja o seu caso, ele é sempre oportuno para ensiná-lo a confiar em Deus, para impeli-lo a dobrar os seus joelhos e pedir luz e entendimento ao Senhor, e a paciência para superar o que está atravessando.

De fato, Deus faz uso dessas circunstâncias para que você compreenda melhor o que passa no seu interior; e para que, por meio da sua fragilidade, Ele próprio possa se revelar a você.

Mas cabe a você a entrega. É a sua parte olhar para Deus e convidá-lo a participar da sua vida, entregar-lhe os seus caminhos, aprender a se aproximar dele e confiar nele. Que esta palavra fique no seu coração.

Fique na paz,

Ap. Rina – Igreja Evangélica Bola de Neve (SP)

fazendeiro

“Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu” (Eclesiastes 3:1).

Que bem faria, ao fazendeiro, ficar zangado com sua plantação por demorar mais a produzir as frutas do que ele imaginava que demoraria? Sua raiva de nada adiantaria. Não produziria nenhuma modificação em sua plantação. Ele não tem poder para apressar o amadurecimento das frutas. Da mesma forma que o fazendeiro põe em prática a sua paciência e longanimidade esperando pelo tempo certo da terra produzir o seu fruto, devemos nós esperar pela presença do Senhor.

Nós, seres humanos, somos muito apressados. Não sabemos esperar por nada. Qualquer atraso, seja do que for, nos irrita e tira a nossa paz. Queremos tudo na hora, ou até “para ontem” como muitos dizem. Esquecemos que a paciência é uma virtude, um dom divino, uma maneira de viver muito mais abundantemente.

Quando temos um sonho a realizar, queremos que aconteça na hora por nós determinada. Quando enfrentamos uma dificuldade qualquer, queremos que seja solucionada imediatamente. Não aceitamos nem alguns minutos a mais. Quando oramos pedindo uma bênção, cremos que ela virá no mesmo instante e, caso isso não aconteça, começamos a murmurar pelo descaso e indiferença de Deus.

Mas não deve ser desta forma. Assim como os frutos têm um tempo próprio para crescer e madurar, todas as demais coisas têm seu tempo determinado para acontecer. O nosso Deus é soberano. Ele sabe o tempo certo. Ele tem coisas maravilhosas para nós mas, não é dirigido por nossa vontade.

Se você está esperando com ansiedade uma bênção do Senhor, não desanime. Seja paciente que ela logo chegará.

 

Pr. Paulo Roberto Barbosa – I. B. em Vila Gerti – São Caetano do Sul (SP) 

o-deus-todo-poderoso

Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas. (Deuteronômio 10.17)

 

Um Deus maior que Ele;

 

Um problema que Ele não possa resolver;

 

Um amor maior que o dEle;

 

Um justo fiel, sem resposta de Oração;

 

Uma vida que Ele não possa transformar.