You are currently browsing the tag archive for the ‘vitória’ tag.

fazenda

Lucas 13. 10 – 13

O texto fala da cura de uma mulher possessa de um demônio que fazia ela andar encurvada. E enquanto Jesus ensinava numa das sinagogas, aquela mulher foi àquele lugar. O texto diz da seguinte forma: “E veio ali uma mulher possessa….” destacamos a palavra ‘ali’. ‘ali’ indica um lugar. ‘Ali’ é um lugar aonde Deus está agindo de maneira especial. Como é bom perceber o ‘ali’ de Deus. Quantas vezes estamos em determinados lugares em que há um fluir de Deus e não percebemos.

Aquela mulher andava encurvada por dezoito anos. Era uma mulher com uma estatura diminuída, por isso ela era notada por todo lugar que fosse, diferente da mulher do fluxo de sangue, que era possível disfarçar a sua enfermidade. Existem enfermidades na alma que dá para disfarçar, outras são visíveis. 

Quando ela soube que Jesus estava na Sinagoga, ela  não se entregou, nem tampouco se escondeu. Ela não recuou. O diabo pôde até encurvá-la e oprimi-la, mas não pôde roubar dela a sensibilidade de ouvir Jesus e de caminhar até à sua presença. Por muito menos pessoas tem se escondido e recuado. Existem pessoas que só vão até Jesus se alguém lhe convidar. Aquela mulher andava com muita dificuldade, pois poderia perder o seu equilíbrio, mas ela não desistiu. Ela foi até ao seu Senhor.

Será que estou discernindo bem o ‘ali’ de Deus?   Ela foi no dia certo, e na hora certa. Não perca o tempo de Deus, pois este é o tempo do milagre do Senhor na sua vida. Jesus estava naquele sábado. A eternidade preparou uma agenda em que num dia vai convergir você e a benção de Deus. Não perca este tempo! Esta mulher era resignada e inconformada. Ela não estava se importando com os comentários.

Jesus viu aquela mulher porque ela estava no alcance visual de Jesus. Ela estava no ângulo de visão de Jesus. Estava no alcance sonoro de Jesus.   Ela estava numa distância que dava para ouvir a voz de Deus. Existem pessoas que estão restringindo o milagre de Deus porque colocam muitas barreiras na frente. Porque não vão ao lugar aonde o Senhor está. Pessoas que exigem que Deus aja somente no dia que ela vai à Igreja.

Queremos o milagre, mas não queremos a agenda mínima de Jesus. Você está disposto de ir ao encontro de Jesus? Esta mulher não se entregou, apesar da sua dificuldade de andar encurvada. Em Hb 11.34 diz: “… da fraqueza tiraram forças…”   enquanto você não consegue a vitória, vá encurvado aonde Jesus está. Encurvado sim, porém na direção certa.

O que está encurvando você? Uma reprovação numa entrevista de empregos? Um concurso que não conseguiu a média? Um vestibular que não conseguiu passar? Foi a criação que teve? É a violência dentro de casa? De Não ser visto como deveria? De não ser tratado com respeito? São as dívidas? As piadas que você ouve? São os estigmas e complexos de acúmulos de derrotas? Quantas coisas te jogam para baixo. Você está cansado de andar encurvado? De ser humilhado? De não ser reconhecido? Você pode ir ao lugar aonde Deus pode te ver. Há um olhar do Senhor para você! Quanto tempo Jesus precisa para te curar? Nenhum tempo. É instantâneo! Deus quer mudar você por dentro!

Pr. Jaime Soares – Assembléia de Deus em Bonsucesso (RJ)

Para adquiri-la COMPLETA em CD ou DVD, ligue para (21)2270-4543 ou por e-mail livraria@adbonsucesso.com 

grande_deus

“A ti, ó Deus, confiança, e louvor em Sião!” (Salmo 65:1)

Assim Davi começa seu salmo de louvor a Deus. Um salmo de uma beleza arrebatadora que consegue em seus treze versículos resumir, de forma majestosa. toda a essência da mensagem bíblica.

Agora, não há como ler as palavras que Davi pronuncia diante de Deus, seja em oração ou em canção; e não ser remetido à história de sua própria vida.

Pense em alguém que passou anos e anos escondendo-se pelas cavernas do deserto. Alguém que teve que refugiar-se até mesmo na terra de seus próprios inimigos. Na verdade, houve um tempo, em que era mais seguro para ele, estar na terra de seus adversários declarados, do que na de seus falsos admiradores.

De algum modo, els sobreviveu aos seus desertos para reinar sobre uma nação. Sobreviveu ao seu momento para viver o seu destino. Passou por perigos, enfrentou privações, administrou crises, perseverou através de noites escuras; mas, chegou do outro lado, pela graça de Deus.

Não é à toa que ele começa seu salmo dizendo: “A ti, ó Deus. confiança e louvor em Sião!”. Se algo, Davi havia aprendido, havia sido a confiar em Deus. Em meio a todas as suas lutas e lágrimas, ele sabia que Deus era fiel às Suas promessas. Ele sabia que aquilo que Deus prometia, Ele cumpria. Na verdade, o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.

Ele continua e diz: “ó Tu que escutas a oração, a Ti virão todos os homens”.

Será que podemos compreender que nenhum de nós ainda estaria aqui, não fosse a misericórdia de Deus? Ele é o Deus que escuta a oração. É o Deus que ouve o clamor do aflito. Ele é aquele que antes que clamemos, nos responde; e quando ainda estamos falando, nos ouve.

Isto não encoraja você a orar? Não incentiva você a derramar seu coração diante dEle, sabendo que Ele é digno de confiança e que Ele está ouvindo o seu clamor?

Mas, ele não para aí, mas continua discorrendo sobre a natureza do Deus em quem cremos.

Ele é um Deus perdoador, que nos satisfaz com a bondade da sua casa. Um Deus que nos responde com tremendos feitos em Sua justiça. Ele é o nosso Salvador e a esperança de todos os confins da terra e dos mares longínquos. Ele é o que consolida os montes, que aplaca o rugir dos montes e o tumulto das gentes. Ele é aquele que nos faz exultar de júbilo; aquele que visita a terra e a rega, o que a enriquece copiosamente. Ele é o que coroa o ano de Sua bondade e cujas pegadas destilam fartura.

Pode você pensar em quão grande e maravilhoso é o nosso Deus? Ele é um grande Deus. Não o Deus que a religião nos apresenta; mas alguém que nos amou até as últimas conseqüências. Na verdade, nós O amamos, porque Ele nos amou primeiro.

A história da minha caminhada com Ele não começou por iniciativa minha, mas dEle. Ele me buscou. Ele me achegou a Si. Ele me atraiu. Ele me escolheu. Ele se entregou por mim. Na verdade, o salmo diz: “feliz aquele a quem escolhes, e aproximas de ti, para que assista em teus átrios: ficaremos satisfeitos com a bondade de tua casa – o teu santo templo”.

Talvez, este seja um tempo difícil para você. Quem sabe você tem tido que viver um dia de cada vez, um dia por vez. Pode até ser que você nem mesma consiga compreender o que está acontecendo em sua vida; mas, nunca esqueça algo: Deus é por você! E se Deus é por nós, quem será contra nós?

Eu sei que você pode estar se sentindo enfraquecido, mas isto vai passar. Deus está no controle de todas as coisas. Ele ama você demais para deixá-lo neste momento. Na verdade, Ele nunca está tão perto do que nos momentos mais difíceis de nossa vida. Apenas, faça como Davi e olhe para Deus com confiança. Ele é poderoso para terminar a obra que começou em sua vida. Nada que Ele iniciou irá ficar inacabado. Deus mesmo vai cuidar de você.

Na hora da luta, nossa tendência é ver o tamanho de nossa dificuldade; pensar na demora para chegar o amanhecer; mas, se há algo que pode nos ajudar é lembrar a grandeza do nosso Deus.

Hoje, você pode estar chorando; mas você ainda vai voltar a sorrir e a celebrar como fez Davi. Na verdade, agora mesmo, no meio da luta, podemos levantar nossa voz e exaltá-lo, porque Ele ainda reina. Ele é um grande Deus.

Se Ele pode consolidar os montes, Ele pode fortalecer a minha vida. Se Ele pode aplacar o rugir dos mares, Ele pode aplacar o rugir das lutas que se levantam em meu caminho. Se Ele pode visitar a terra e regá-la, Ele pode regar a minha vida e fazê-la crescer para a Sua glória. Se Ele pode abençoar os campos, Ele pode abençoar a sua e a minha vida. E Ele o fará, por causa de Sua bondade e misericórdia.

Pr. Paulo Cardoso – Igreja Encontro com a Vida – Tijuca (RJ)

ovelha

O Salmo 23 é mundialmente conhecido. Milhões de pessoas o sabem de cor. Sua mensagem tem sido bálsamo para os aflitos, consolo para os tristes e encorajamento para os que estão desalentados. Jesus Cristo é o bom Pastor que morreu pelas ovelhas (Salmo 22). Jesus Cristo é o grande Pastor que vive pelas ovelhas (Salmo 23). Jesus Cristo é o supremo Pastor que voltará para as ovelhas (Salmo 24). Quais são os privilégios de ser ovelha do bom, grande e supremo Pastor? O Salmo 23 nos fala sobre três importantes verdades. Vamos, aqui, considerá-las:

                          

1. O Pastor das ovelhas (Salmo 23.1) – “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará”. Duas verdades são aqui destacadas: A primeira é que o nosso pastor é divino. Ele é o Deus auto-existente, onipotente, onisciente e onipresente. Ele é o Deus da aliança, o Deus de toda a graça, o nosso criador, sustentador e salvador. Nele nos movemos e existimos. A segunda verdade é que o nosso pastor é pessoal. Ele é o meu pastor. Ele tem conosco uma relação pessoal. Ele nos conhece e nos chama pelo nome. Ele vela por nós, cuida de nós e supre todas as nossas necessidades.                            

2. A provisão das ovelhas (Salmo 23.2-5) –
A ovelha é um animal indefeso, míope e incapaz de cuidar de si mesma. Ela necessita do cuidado do pastor. O texto em tela nos fala sobre quatro provisões que a ovelha recebe do pastor. A primeira provisão é o descanso (v. 2). O Senhor nos faz repousar em pastos verdejantes e nos leva para as águas de descanso. Ele não apenas nos provê alimento e água, mas também nos dá paz no vale. Ele não apenas nos dá o que necessitamos, mas ele mesmo nos conduz à suas fontes de provisão, fazendo-nos descansar. A segunda provisão é a direção (v. 3). O nosso Pastor nos guia pelas veredas da justiça. Se fôssemos abandonados à nossa própria sorte, entraríamos pelos atalhos perigosos e escorregadios do engano. Se seguíssemos as inclinações do nosso coração, certamente, caminharíamos por trilhas sinuosas que desembocariam em lugares de morte. Mas, o nosso Pastor nos guia pelas veredas da justiça. A terceira provisão é a consolação (v. 4). Na jornada da vida há muitos perigos. A vida cristã não é uma colônia de férias. Cruzamos desertos inóspitos e vales escuros. Atravessamos rios caudalosos e precisamos andar sobre pinguelas estreitas. Porém, mesmo que andemos pelo vale da sombra da morte não precisamos temer mal algum, porque o nosso Pastor está conosco. Sua presença é o antídoto para o nosso medo. A quarta provisão é a vitória (v. 5). O nosso Pastor não apenas caminha conosco diante das dificuldades, mas nos dá vitória contra os inimigos. Ele prepara uma mesa para nós diante dos nossos inimigos. Ele nos honra, ungindo nossa cabeça com óleo e nos dá alegria abundante, fazendo o nosso cálice transbordar.

 

3. O futuro das ovelhas (Salmo 23.6) – A ovelha de Jesus tem um “passado” passado a limpo. Somos lavados em seu sangue e remidos por sua morte vicária. A ovelha de Jesus tem um presente seguro, uma vez que bondade e misericórdia são como duas escoltas que nos ladeiam todos os dias da nossa vida. Bondade é o que Deus nos dá e não merecemos. Misericórdia é o que Deus não nos dá e nós merecemos. Ele nos dá graça quando merecíamos juízo. Ele suspende o castigo e nos abençoa quando merecíamos ser punidos. A ovelha de Jesus tem, também, um futuro glorioso, pois, depois que a sua jornada terminar neste mundo, irá habitar na Casa do Senhor para sempre. A morte não pode nos separar do nosso Pastor. Ele preparou-nos um lugar, uma casa, um lar, uma pátria. O céu é nosso destino. Estaremos para sempre com ele. Reinaremos com ele. Desfrutaremos de sua bendita companhia para sempre e sempre num lugar onde não haverá choro, nem
pranto nem dor. Oh! Quão felizes são as ovelhas do Bom, Grande e Supremo Pastor!

Rev. Hernandes Dias Lopes (1ª Igreja Presbiteriana de Vitória – ES)

Os céus são os céus do SENHOR; mas a terra, deu-a ele aos filhos dos homens. (Salmo 115.16)

A partir do que está escrito no Salmo 115.16, é fácil concluir que Deus deu a terra para ser conquistada pelo homem, independente da sua fé. Contudo, é preciso ir ao encontro daquilo que se almeja no âmbito material e espiritual. Mas há uma promessa específica para o povo de Deus em Deuteronômio 28.13: E o SENHOR te porá por cabeça e não por cauda; e só estarás em cima e não debaixo, quando obedeceres aos mandamentos do SENHOR, teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e fazer. Dentre tantos elementos que podem ser apresentados, destaco seis fundamentais para que você seja um vitorioso:

1)fazer escolhas certas, com base na razão e na Palavra de Deus;
2)ser uma pessoa ativa e produtiva;
3)não desperdiçar os recursos (tempo, bens e talentos);
4)ter disciplina e respeitar regras, princípios e autoridades;
5)ter ambição e projetos.
6)Ter alvos espirituais

A pessoa que deseja conquistar seus sonhos, primeiro, precisa aprender a fazer escolhas certas na vida. O livre-arbítrio e a consciência nos tornam diferentes dos animais e semelhantes a Deus. O ser humano é livre para decidir o que almeja. Quando o faz, suas ações são dirigidas para o seu alvo e para as prioridades que estabeleceu. No entanto, para definir seus objetivos, deve usar a inteligência (a capacidade de aprender, apreender e compreender) e a sabedoria (a capacidade de discernir as coisas, distinguindo o que é mais importante, com prudência, sensatez).

Não permita que suas escolhas sejam feitas com base apenas em emoções, na intuição ou na opinião dos outros. Estes elementos até podem influenciar sua decisão, porém são subsídios secundários. É a Palavra de Deus que deve orientar suas escolhas. Ela é a verdade e a fonte da sabedoria (Pv 3.13-18).

Em segundo lugar, se você quer conquistar seus objetivos, preste atenção ao que é dito em Gênesis 2.15: Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar. O Altíssimo colocou o homem na terra para produzir e gerar bem-estar, pois não suporta a improdutividade. Ele chama o servo que não quis ser produtivo de negligente e mau (Mateus 25.26). Com isso, aprendemos que ninguém conquista nada se não for produtivo.

Em terceiro lugar, Deus colocou o homem na terra para lavrar, cuidar, zelar, e não para desperdiçar. O Senhor detesta o desperdício. Em Tiago 4.3, está escrito: Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Em Isaías 55.2, o povo é exortado porque gastava o dinheiro com aquilo que não era pão; consumia o produto do seu trabalho com algo que não tinha valor e não alimentava nem o corpo nem a alma. Tem gente que só compra besteira. Não pode ver uma liquidação, que corre para comprar o que não precisa. Como é que você quer conquistar algo maior se desperdiça tudo com bobagens?

Em quarto lugar, quem deseja conquistar seus sonhos, precisa ter disciplina, obedecer às regras, aos princípios e às autoridades. Para se comprar um apartamento, é necessário ter o dinheiro da entrada e arcar com prestações que caibam dentro do orçamento. Isto é uma regra, um princípio que não deve ser quebrado.

Ser submisso às autoridades é outro elemento fundamental. O ser humano precisa aprender a obedecer. Não adianta querer fazer o que se quer, desrespeitar o chefe, sublevar a ordem imposta e tentar dar-lhe uma rasteira para ocupar posições maiores.

Em quinto lugar, tenha ambição, desejo de conquistar algo superior. Isto será uma força motivadora para você agir na vida. Almeje comprar um imóvel e não mais viver de aluguel; almeje ser um profissional de sucesso, uma pessoa melhor. Mas lembre-se de que, para galgar patamares superiores, você precisa ser liberal.

Contudo, ao ambicionar algo melhor e uma posição superior, cuidado com quatro coisas destrutivas que impedem o homem de alcançar seus objetivos: a ganância (desejar algo a qualquer preço, não se importando se é ilícito e se prejudicará seu próximo), a cobiça (a ambição desmedida por riquezas e o desejo desenfreado de atender à sua natureza), a inveja (o desgosto e pesar pelo sucesso do outro) e o egoísmo (o amor e a consideração excessiva por si mesmo, a ponto de desprezar o interesse dos outros).

Qual o remédio para esses males? É amar a Deus e a seu próximo como a si mesmo; é ser liberal, bondoso e altruísta!
Em Provérbios 19.17 (ARA), é dito: Ser bondoso com os pobres é emprestar ao SENHOR, e ele nos devolve o bem que fazemos. Em Provérbios 3.9,10, há uma grande promessa: Honra ao SENHOR com a tua fazenda e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão os teus celeiros abundantemente, e trasbordarão de mosto os teus lagares. Priorizar a Deus e ser bondoso e liberal, abençoando outros com nossos bens materiais, livra-nos da ganância!

Além disso, a vida não se resume apenas às conquistas materiais; existem as conquistas espirituais. E a pessoa inteligente considera essas duas dimensões.

Sendo assim, estabeleça objetivos materiais, mas não se esqueça de ter alvos espirituais. Deseje conhecer Deus e aprofundar sua comunhão com Ele. Para alcançar este propósito, ore e consagre-se. O Senhor quer manifestar-se e tem coisas tremendas, que você não sabe, para revelar-lhe. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós (Tiago 4.8a).

Também é necessário buscar conhecimento maior da Bíblia. Nunca vi tantos crentes rasos no conhecimento divino. Errais, não conhecendo as Escrituras (Mateus 22.49). Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios (1 Timóteo 4.1).

Há um bombardeio na mídia para desmerecer a Bíblia, como se ela fosse um livro de mentiras. Há uma pressão nas escolas para ensinar que o universo é obra do acaso, uma questão de evolução. Há artimanhas de todo tipo para deturpar a Palavra. É tempo de conhecer o Deus que você serve. Só assim poderá dizer como Paulo, em 2 Timóteo 1.12: Eu sei em quem tenho crido e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele Dia.

O que você está fazendo para este Deus que tudo faz, que salva, liberta, transforma, abençoa e dá vida? Não fique apenas preocupado com a corrida pela sobrevivência. Use seu tempo, seu talento e seus recursos na obra do Senhor também. Seja mais agradável e relacione-se melhor com as pessoas.

É tempo de conquistar vidas para Cristo, e você é o maior instrumento para isto! Quantas pessoas você leva à igreja durante o ano? Este é um tempo de uma nova unção de Deus sobre a sua vida, de um novo patamar espiritual! O Altíssimo quer levá-lo a uma nova estação e derramar um óleo fresco sobre a sua cabeça. O Senhor quer levantá-lo com poder e autoridade. Ele quer usá-lo! Saia, então, da mesmice e da mediocridade.

Que a mão de Deus esteja sobre você! Que as janelas dos céus sejam abertas! Que coisas novas aconteçam na sua vida! Aquilo que o ouvido não ouviu, que o olho não viu e que não chegou ao nosso coração é o que Ele tem preparado para você.

Pr. Silas Malafaia – Assembléia de Deus da Penha (RJ)

 Ezequiel 2

 

Às vezes a vida nos leva por caminhos terríveis e há momentos que nós perdemos totalmente o controle. É quando temos que fazer força para sorrir. Como aqueles que olham para o céu e pergunta: Pai porque o Senhor deixou acontecer isso?

São momentos que pedimos força para continuar e temos que lidar com o cheiro de morte no ar. Ficamos na espera que venha alguém e dê uma fórmula super poderosa.

São períodos que você corre atrás de vários conselhos, mas parece que tudo o que dizem não te leva a uma nova condição.

Há momentos que você acredita estar nas mãos de pessoas que vão resolver o seu problema.

Tem hora que só nos resta dizer: agora, só um milagre!

Tem cristão que passa por tantas lutas e chega a este ponto.

O que temos que fazer quando nada parece dar certo?

Ezequiel 2

Numa época em que nada dava certo, Deus nomeou Ezequiel para ser profeta para seu povo.

Testemunhou os babilônicos invadindo a sua nação e devastando Judá. As coisas iam de mal a pior.

A angústia de Israel era alimentada pelas tristes injustiças de Jerusalém.

Salmos 137:6-9

Aquele canto estava atravessado na garganta, sem vontade nenhuma para louvar.

Ele levanta Ezequiel e dá uma nova canção, uma nova esperança. Há como minha situação mudar.

Isto se fundamenta em três pontos:

Ezequiel 2:1-8

Versículo 1 – Põe-te em pé, e falarei contigo.

É como se Deus estivesse dizendo: Ezequiel esteja pronto, esteja de pé. É como um atalaia, um guerreiro ou um soldado.

Firme os seus pés!

Versículo 7 – Mas tu lhes dirás as minhas palavras

Você será uma corneta minha.

Versículo 8 – Abre a boca e come o que eu te dou.

Siga a minha palavra, não se entregue, levanta e não murmure mais.

É o momento de Deus, Ele exige dependência Dele, para o nosso sustento.

A ressurreição que a Bíblia nos apresenta não é só a de Cristo, mas que nós ressuscitamos em Cristo.

Deus pode tomar pessoas mortas, obreiros mortos, amizades mortas, casamentos mortos e ressuscitar todos eles.

Ezequiel foi o profeta da glória de Deus. Sua mensagem se baseava na presença Dele para ressurreição. E onde havia pensamento de derrota e de morte, haveria vitória e vida.

Ezequiel 36:26-28

“E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. E habitareis na terra que eu dei a vossos pais e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.”

Nossa aliança já não será a mesma, vocês serão abençoados, mas passarão por um processo de humilhação e morte.

Ezequiel 37:1-2

“Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do SENHOR, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos. E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos.”

Os ossos estavam sequíssimos. É um monte de ossos secos. Duvido que a tua situação seja pior que essa.

Ezequiel 37:3

“E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: Senhor DEUS, tu o sabes.”

Imagine você no lugar deste profeta, e Deus te levando para as áreas de sua vida que estão como esses ossos secos.

Este vale de ossos secos pode ressuscitar? Ele te mostra todos os seus motivos de tristeza e todas as suas decepções.

Nesta pergunta do versículo 3, Deus mexe com Ezequiel, e ele começa a se lembrar das primeiras palavras que Deus deu a ele.

A lembrança de quem nós somos para Deus, gera energia espiritual.

Você é um agente de transformação, então comece a fazer a diferença. Se o Senhor quiser, este vale vai ressuscitar.

Ezequiel 37:4-6

“Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR. Assim diz o Senhor DEUS a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis. E porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o SENHOR.”

Para profetizar que há cura, você tem que crer que Deus cura.

Porque quando você crê, começa a liberar este poder de ressurreição.

Ezequiel 37:7-8

“Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito.”

Há uma interação completa entre o profeta e o Espírito de Deus.

A minha palavra tem poder, a minha palavra é profética.

Tudo começou através da palavra, quando Deus disse: “Haja luz e houve luz”.

Temos que falar coisas boas, abençoar e dar matéria-prima para Deus. Mas se eu continuar murmurando e amaldiçoar, vou alimentar coisas ruins na minha vida.

A glória da segunda casa será maior que a primeira.

Ezequiel 37:9

“E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor DEUS: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.”

Vai profetizando na sua vida, que você vai ouvir um ruído, vai ouvir um barulho. Ainda não havia vida até o versículo 9.

Haverá vida quando você se levantar como um profeta e começar a profetizar.

Ezequiel 37:10-14

“E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo. Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; nós mesmos estamos cortados. Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel. E sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir os vossos sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu. E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o SENHOR, disse isto, e o fiz, diz o SENHOR.”

Duas coisas fundamentais para que haja ressurreição:

1º. Reconheça os ossos

“Esses ossos são a casa de Israel”

Reconheça as áreas da sua vida que estão mortas. Reconheça o orgulho.

A casa de Israel hoje é a Igreja, quando a esperança acaba e a fé nada produz. Quando a fé vira um dever monótono.

Sem alegria, sem motivação, nós podemos estar mortos.

Se você tem saudades do passado, se prega verdades espirituais, mas sem piedade, você pode estar morto.

Você pode estar vazio, seco, morto, mas o Espírito Santo vai soprar vida. Há ciclos de morte e ressurreição na própria Igreja, na vida do cristão.

Se você admitir qual é o seu monte de ossos secos, a ressurreição virá.

2º. Admitir e repudiar

Você além de admiti-los, tem que repudiá-los.

Deus vai mostrar o quanto estou morto.

É necessário repudiar porque tem gente que se acomoda e acaba gostando da condição dos ossos secos.

Ezequiel 36:26-28

“E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. E habitareis na terra que eu dei a vossos pais e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.”

E isso vai acontecer com você, se admitir e repudiar.

Esse novo espírito é uma nova atitude, uma nova percepção para que você profetize. O Espírito de Deus vai te ensinar a profetizar. Ele te dá poder para que viva em liberdade.

Deus Abençoe,

Ap. Rina – Igreja Evangélica Bola de Neve